Como começar a aprender Day Trade

Successful trader. Back view of bearded stock market broker in eyeglasses analyzing data and graphs on multiple computer screens while sitting in modern office. (dima_sidelnikov/Getty Images)

Uma das perguntas que mais recebo das pessoas é por onde começar, quais os primeiros passos para ser um trader. Parece fácil, mas na verdade é uma pergunta bastante complexa de responder.

Com a quantidade de informações acessíveis de forma prática e rápida através das redes sociais, está complicado filtrar conteúdos sérios. Se você fizer essa pergunta a vários traders, cada um vai compartilhar a experiência que teve no início da jornada.

A dificuldade é que, dentro desse universo, existem diferentes técnicas e formas para analisar as barras, chamadas de candles, que é a linguagem que o mercado usa para se comunicar. Cerca de 80% dos traders utilizam o gráfico com candles para tomar suas decisões na hora de comprar ou vender um ativo e lucrar com a diferença disso.

Acho que o começo da maioria foi através da curiosidade. Todo mundo começa pesquisando: o que é day trade? Quanto ganha um day trade? Como fazer day trade? Como disse, cada trader terá um ponto de vista e uma experiência. Portanto, a respostas podem variar bastante.

O primeiro passo para quem quer se tornar um trader é entender que você terá que estudar bastante e se preparar financeiramente. É preciso dinheiro para fazer dinheiro. Entender que terá que investir tempo e dinheiro em cursos e, como todo iniciante, terá que começar perdendo dinheiro.

Então, se você quer começar pensando que logo vai ganhar, investindo todo seu dinheiro nisso, você está se iludindo.

De início, o ideal é entender o que é a Bolsa de Valores e quais são os ativos, ou seja, o que posso comprar ou vender, dentro desse mercado. Sim, por isso chamamos de mercado financeiro. É um mercado com vários produtos financeiros. O objetivo é comprar barato e vender caro ou vender caro e comprar barato e lucrar com a diferença. No caso do day trade, fazemos essas compras ou vendas no mesmo dia.

Então, entenda antes quanto você tem de dinheiro e qual produto você pode negociar. Há produtos para todos os gostos e bolsos. Depois disso, o ideal é consumir material gratuito na internet, mas procure ouvir de analistas e pessoas sérias.

Como disse, hoje em dia está difícil até comprar uma televisão, haverá vídeos falando bem do produto e outros falando mal — muitas vezes as pessoas são pagas para falar dos produtos não expressando sua real opinião. O mesmo vai acontecer com day trade. Ou seja, algumas experiências serão positivas, outras negativas.

PUBLICIDADE

Porém, no final, você que está iniciando e buscando conhecimento fica mais perdido: certifique-se de ouvir pessoas experientes no assunto e filtre muito de onde irá consumir as informações.

Para operar o day trade existem diversas técnicas. As mais comuns são: price action, análise gráfica, tape reading (leitura de fluxo de ordens de compra e venda dos ativos) e métodos próprios que alguns traders criaram, ou seja, suas próprias estratégias que chamamos de setups.

Dentro desse universo com vários caminhos e tipos de análises, busque alguma com a qual você se identifique. Eu, por exemplo, comecei com tape Reading. Mas, tempos depois, não me identifiquei com a leitura de fluxo (achava confuso e vi que essa abordagem de operar não me trazia clareza para tomar minhas decisões). Então, comecei a aprender análise através dos gráficos que utilizo até hoje para tomar minhas decisões.

Como tudo na vida, você vai ter que experimentar. É muito difícil a pessoa acertar um curso ou treinamento de primeira que traga um conhecimento e ganhos rápidos. Muitas vezes dentro de um mesmo método haverá variantes diferentes. Todas as técnicas funcionam, desde que bem executadas. Mas você terá que encontrar a melhor para você.

Por isso, no começo, acho que não vale a pena investir de cara em um curso, mas sim consumir bastante conteúdo gratuito e experimentar alguns métodos. A partir daí, quando se identificar com um método e com a explicação do mentor, vale a pena o investimento em um curso.

Entenda que ninguém irá lhe ensinar gratuitamente na internet, muita gente acha que consegue aprender assim. A verdade é que mesmo com um mentor a chance de conseguir realmente se tornar um trader é para uma minoria de 5%. Imagine você tentando aprender sozinho?

Você terá que investir tempo e dinheiro para aprender a ganhar dinheiro. Aqui é a parte em que desanimo você, meu caro leitor. As pessoas querem ouvir que day trade é fácil, que você vai ficar milionário do dia para noite. Mas essa é uma ilusão vendida por pessoas que distorcem a profissão do trader e só querem vender curso.

A verdade é que não existe um caminho com passos rápidos. Você vai aprender diferentes métodos, vai errar muito na hora de colocá-los em prática. É como perguntar a um empreendedor como fazer um negócio ter sucesso. Eles tiveram que aprender muito no caminho e, muitas vezes, com muita garra e persistência para não desistir até dar certo. Acredito que o mesmo se aplica ao day trade.

PUBLICIDADE

Não se preocupe com o “como vou me tornar um trader”. Aos poucos você vai aprendendo, descobrindo, errando e adquirindo experiência. O principal é gostar de ser um trader. Isso é o que lhe fará persistir mesmo quando parecer que nada funciona. Acredite: day trade é possível, mas dar o primeiro passo e ser um curioso é o começo de tudo.

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.

Como fazer a transição de carreira para ser um day trader

Successful trader. Back view of bearded stock market broker in eyeglasses analyzing data and graphs on multiple computer screens while sitting in modern office. (dima_sidelnikov/Getty Images)

O sonho de muitas pessoas é se tornar um day trade e desfrutar de uma vida de liberdade, com altos retornos financeiros.
Contudo, alguns influencers tentam passar a imagem de que você será um profissional da área e que viverá de mercado em pouco tempo, o que não é bem a realidade.

No mundo de hoje, em que está difícil manter as contas em dia – tendo em vista a alta de preços de muitos produtos e serviços -, cada vez mais pessoas estão em busca de alternativas para melhorar de vida e conseguir realizar seus sonhos.

Nunca foi tão necessário aprender sobre educação financeira, para que seja possível ter uma renda extra ou mesmo viver de mercado.

Então, a tentativa de investir em um curso no qual o influencer faz promessas de altos ganhos se mostra como uma ótima oportunidade de mudança de rota.

Nessa ânsia por alçar voos maiores, pessoas acreditam que investir no mercado é assim: ganhar muito dinheiro rápido e fácil. Mas a realidade não é bem essa.

Já vi pessoas largando o emprego, pois quando não dá certo, acham que falta mais dedicação. Meses depois, acabam sem dinheiro algum.

A verdade é que ser um profissional bom em qualquer ramo leva tempo. Mas as pessoas não querem ouvir que tudo vai levar um tempo.

No mundo atual, quando tudo precisa ser instantâneo, ninguém quer gastar tempo e energia plantando e muito menos colhendo. Já querem receber pronto. Qualquer promessa de retorno ágil e fácil feita na mídia certamente atrairá muitas pessoas.

Tornar-se um trader é uma jornada demorada. Esse tempo vai depender de cada pessoa: alguns levam meses, a maioria precisa de anos.

PUBLICIDADE

A verdade é que quanto mais você adquirir conhecimento, mais perdas você terá. Muitas pessoas não conseguem passar pela fase de plantar o necessário até atingir o estágio da consistência, em que os ganhos realmente começam a surgir.

O ideal é fazer a transição aos poucos, com os pés no chão, dando um pequeno passo de cada vez.

Mas, muitas vezes, essa ansiedade por mudar de vida logo e querer ver os ganhos rapidamente é o que faz os iniciantes perderem grandes somas de dinheiro até conseguir obter o conhecimento correto.

Em um trabalho em que menos de 10% consegue ter sucesso, é muita soberba do iniciante achar que vai alcançar grandes ganhos competindo com pessoas muito mais experientes e com muito mais dinheiro para movimentar o mercado.

A grande frustração dos traders acontece por causa dessa impaciência. Toda essa euforia e ganância exacerbada faz com que eles nunca consigam atingir a consistência.

Um dia de ganhos um pouco maiores e já acreditam que todos os dias serão assim e acabam perdendo tudo que ganharam, ficando novamente no negativo.

Outro ponto é o desespero em querer tirar dinheiro do mercado para pagar as contas. Nunca vi uma pessoa conseguir ter racionalidade ou calma para operar precisando tirar dinheiro a qualquer custo para pagar boletos.

O ideal é primeiro construir uma reserva de emergência. Não importa quão bom seja o curso que você fez ou quanto dinheiro tenha, o importante é treinar e estudar bastante primeiro e começar arriscando pouco dinheiro. Ter essa reserva, ou mesmo seu emprego para manter as contas em dia, é essencial.

PUBLICIDADE

Como o mega investidor Warren Buffet sempre diz: ganhar dinheiro é fácil, o problema é que as pessoas não querem enriquecer devagar. Espero que tenha clareza que nunca vai existir uma fórmula para ganhar dinheiro fácil e rápido.

Você terá que aprender o que a maior parte da geração atual não quer e não aprende a fazer: ter paciência de plantar e construir algo para depois colher. Com isso, é possível não fazer parte de mais uma estatística de traders frustrados que pulam de curso em curso, tentando de tudo e não conseguindo ganhar dinheiro.

Aprenda a fazer as coisas de modo consciente e sem pressa, sendo que o mais importante é realizar as etapas para se tornar um trader corretamente.
Não arrisque todas as suas economias, não espere ver resultados rápidos.

Construa um plano e trabalhe nele todos os dias. Não acredite que um curso vai se transformar em uma mágica que vai mudar sua vida. Nada vai substituir seu empenho, horas de estudo e prática. Quem não se prepara nunca vai estar preparado para ganhar.

Infelizmente, essa sorte que alguns imaginam que terão, não existe. Não faça como muitos que pedem demissão do trabalho e acabam com todo o dinheiro sem chegar a lugar algum.

Na vida, é sempre necessário ter um plano e agir para que ele aconteça. Aí sim, talvez você consiga se tornar um trader bem sucedido.

Quer criar uma carteira anticrise? Aprenda a identificar os produtos financeiros para blindar seu patrimônio contra o “Risco Brasil” em curso gratuito. Inscreva-se.

Indicadores no Day Trade, como utilizar?

Sempre que vemos a foto de um trader, ele está em frente a muitos monitores, olhando vários gráficos e informações para tomar suas decisões. Hoje, contamos com a ajuda de diversos indicadores, que, a partir de cálculos sobre o preço, volume ou outros dados, conseguem indicar uma possível direção do mercado.

Para isso, o trader deve conhecer o mercado em que atua e as ferramentas de análise disponíveis.

Ter indicadores é muito bom, eu mesma utilizo médias móveis no meu operacional para tomar decisões na hora de comprar ou vender um ativo. Contudo, quando era iniciante, me senti perdida!

A verdade é que existem muitos indicadores. Quando somos iniciantes, não sabemos qual utilizar e acabamos com o gráfico cheio deles, o que acaba nos atrapalhando. Não conseguimos ganhar dinheiro dessa forma.

Ao utilizar um indicador no gráfico, se pergunte: como ele me ajudará a tomar decisões? Se você não sabe ao certo como aquele indicador pode te ajudar, de nada adianta tê-lo no gráfico.

Outro ponto importante é entender como o indicador funciona. Isso não quer dizer que você precisa entender cálculos complexos. Afinal, os indicadores já entregam o resultado pronto. Mas é necessário saber como interpretar os resultados para que eles te ajudem a ter uma decisão assertiva.

Para quem realiza day trade, ter poucos indicadores é o mais recomendado. Em operações rápidas, por exemplo, ter muitos indicadores atrapalha na tomada de decisão – não há tempo de analisar todos rapidamente para fazer nossas operações.

Outro erro muito comum que vejo em traders iniciantes (e que eu já cometi) é utilizar muitos indicadores com o mesmo propósito.

Por exemplo, utilizar o indicador de médias móveis, que é um indicador de tendência, e o HiLo, que também é um indicador de tendência, pode deixar o trader confuso. Por isso, é importante entender qual o indicador é mais indicado para seu operacional.

PUBLICIDADE

No entanto, o que nos leva a utilizar muitos indicadores quando somos iniciantes é o fato de não sabermos o que estamos fazendo. Tudo que ouvimos dos outros sobre indicadores nos faz querer colocá-los no gráfico e utilizar.

Queremos ter certeza que vai dar tudo certo. Nosso cérebro quer buscar a certeza e acreditamos que os indicadores vão nos trazer essa certeza. Mas a verdade é que os indicadores também falham. Temos que aprender a assumir os riscos a cada operação realizada.

Com o tempo, passei a entender que menos é mais: o simples funciona! Você não precisa de várias telas, nem de muitos indicadores.

Um day trader precisa de agilidade para executar suas ações, tem que pensar rápido, pois o mercado muda a todo momento, não há tempo para avaliar todos os indicadores. Hoje, utilizo apenas duas médias móveis para o meu operacional.

Existem também estratégias de operações que não utilizam indicadores. Mas, hoje, a maioria dos traders utiliza algum indicador para tornar sua estratégia mais assertiva. Ao utilizar indicadores para day trade em suas operações, os traders conseguem se aproximar dos resultados esperados.

Quando iniciamos, é importante testar todos os indicadores e conhecê-los o máximo possível. Porém, o mais importante é avaliar se os resultados estão acontecendo e se a sua gestão de risco está adequada.

Não existe melhor indicador. Existe aquele que é ideal para seu operacional, que te ajuda a tomar decisões e, na maior parte das operações, te traga lucro.
Os indicadores nos fornecem informações sobre como fluem os preços. Sendo assim, ele só vai te indicar algo depois que o preço já se formou. Logo, os indicadores também podem ser um pouco tardios em relação a um movimento que já aconteceu.

Mesmo assim, indicadores são uma das ferramentas mais utilizadas no day trade ou até mesmo em operações de longo prazo. Existe facilidade em acessar plataformas que ofereçam uma variedade de indicadores.

PUBLICIDADE

Deixo aqui uma lista com os três principais indicadores que acho que todo trader deveria conhecer:

1. Médias Móveis

É um indicador de tendência que vai atualizando os preços conforme o mercado vai se movendo durante o dia. É simples e muito utilizado!

2. Bandas de Bollinger

As bandas avaliam se o preço do momento está próximo ou distante do seu desvio-padrão. Como o mercado tende a fazer correções, nos aproveitamos desse comportamento para fazer operações (esse foi o primeiro indicador que utilizei).

3. MACD

Ele analisa as disparidades entre duas médias móveis exponenciais, ou seja, a divergência de preço. Seu uso também facilita a percepção de tendências e, com isso, ampara as decisões de compra e venda.

Estagnado em sua profissão? Série gratuita do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações em 2021. Clique aqui para se inscrever.

PUBLICIDADE

Os 4 pilares da sobrevivência na Bolsa de Valores, segundo Charlles Nader

Investidor acompanha ações (Shutterstock)

Milhões de brasileiros descobriram a Bolsa de Valores e suas oportunidades, entre elas, as operações de curto prazo. O trading foi alçado ao topo dos assuntos do momento: tanto seu alto potencial de lucro quanto os riscos associados. Mas afinal, é possível ter uma relação saudável com esse tipo de investimento?

Charlles Nader, analista da Clear Corretora, professor e operador de Mercado há 12 anos, defende que sim, tanto nos sentido emocional quanto financeiro.

O principal, segundo ele, é eliminar o ganha-perde construindo uma estratégia de resultados consistentes. “Não tem mágica, tem método”, diz o analista, que está lançando um curso gratuito, com três aulas mais uma mentoria prática. Para participar, clique aqui

Os traders que encontram o sucesso, de acordo com Nader, são os que atuam de forma estratégica: sabem combinar um operacional técnico experimentado com um planejamento financeiro de longo prazo.

Estratégia de consistência

Nader comanda uma das maiores rodas de pregão online do Brasil, analisando as oportunidades de compra e venda de ativos na Bolsa de Valores, ao vivo, em tempo real, diariamente.
“Em todos esses anos, ouvindo e orientando milhares de traders, confirmo que as dúvidas e dificuldades são sempre as mesmas. Os erros que levam ao ganha-perde na Bolsa não mudam muito”, explica o analista.

Por sua experiência, Charlles explica que, antes de mais nada, é preciso se blindar do exagero das influências externas, “baixar a bola” e responder a quatro perguntas que montam os pilares da consistência:

1 – Quais as oportunidades Reais do Mercado?

A Bolsa de Valores é um mundo de oportunidades a ser explorado para o resto da vida. Como escolher qual caminho seguir? Segundo Nader, o ponto de partida deve ser o tamanho do capital que o investidor pode dispor, quanto quer ganhar e quanto tempo tem para esperar por esse rendimento.

2 – Qual mercado serve para você?

O que responde a essa pergunta é a combinação do perfil do investidor com as características de cada mercado. Existem traders que preferem operar ações e outros que não conseguem ficar de fora do mercado futuro (mini índice e mini dólar) – pela facilidade de operar alavancado e liquidez. Conheça bem os mercados antes de alocar seu capital.

3 – Como planejar sua vida na Bolsa?

Esse é um dos principais pilares da consistência. Ser capaz de enxergar o mercado a partir de uma visão mais ampla: aproveitar a diversidade de possibilidades, sempre levando em consideração o longo prazo. O dinheiro vai crescer desde que aplicado de forma sustentável. Defina metas, sempre.

4 – Como montar um Operacional Vencedor?

Não existe sucesso na Bolsa de Valores sem base técnica; sem estudo e análise do comportamento dos ativos. Com conhecimento e observação é possível montar um operacional, um setup com um bom índice de acerto. Ter bons mentores pode acelerar esse processo de construção do operacional próprio do trader.

Imersão

Cada um desse pontos será tema de uma aula de uma imersão gratuita preparada por Charlles Nader que começa na terça, 2 de março. Todos os encontros são ao vivo e abertos a quem quiser entender como montar uma estratégia da consistência. Clique aqui e se inscreva na Imersão Trader Estratégico

Charlles Nader destaca que seu método é baseado em muitos estudos técnicos e em sua vivência de mais de 10 anos na Bolsa de Valores e serve como orientação aos traders. No entanto, em se tratando de renda variável, resultados passados não são garantia de resultados futuros.