Petrobras, Banco do Brasil e Eletrobras ganham destaque em dia de B3 fechada; PetroRio, aquisição da Rede D’Or também no radar

SÃO PAULO – Mesmo em dia de B3 fechada, o noticiário corporativo é movimentado nesta sexta-feira (9), principalmente com destaque para as estatais Petrobras, Banco do Brasil e Eletrobras.

No caso da elétrica, por sinal, a notícia é de que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), segundo a Reuters, fechou contrato com o consórcio Genial – Tauil e Chequer para prestação dos serviços de estruturação financeira e jurídica no processo de estruturação e implementação da desestatização da Eletrobras. O contrato, visto pela agência, terá duração de 36 meses a contar da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado.

Aura Minerals, compra feita pela Rede D’Or e outra aquisição feita pela GPS, também ganham destaque no noticiário. Confira os destaques:

O dia é movimentado para a Petrobras. Na véspera, em live semanal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou os altos preços dos combustíveis nos pontos de venda e culpou os governadores por cobrarem taxas elevadas no ICMS.

Ele voltou a defender que postos de gasolina sejam obrigados a mostrar o preço pelo qual adquiriram os produtos das refinarias. “Pedi ao presidente da Petrobras que bote o preço da refinaria na página da estatal”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na quinta que o governo federal e a Petrobras passarão a divulgar na internet a composição completa do preço dos combustíveis, como a alíquota cobrada de impostos e os custos de distribuição e comercialização. Bolsonaro, que conversou nesta semana com o presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, insistindo que a composição do preço dos combustíveis seja detalhada de forma a deixar claro para a população quanto de imposto federal e quanto de imposto estadual é cobrado, e ainda a margem de lucro e os custos de frete.

Ainda no radar da empresa, as companhias de transporte de gás natural TBG, NTS e TAG, partes da recente onda de desinvestimentos da Petrobras, anunciaram na quinta-feira uma parceria para compartilhamento do marketplace Portal de Oferta de Capacidade (POC), que possuirá gestão rotativa com o comando de uma das empresas a cada cinco anos. O acordo entre Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia–Brasil, Nova Transportadora do Sudeste e Transportadora Associada de Gás prevê coparticipação administrativa, de desenvolvimento, manutenção e operação da plataforma digital, que também poderá ser acessada por outros agentes da cadeia.

A estatal informou ainda em comunicado que iniciou a etapa de divulgação do teaser para a venda, em conjunto com a Sonangol Hidrocarbonetos Brasil, da totalidade da participação de ambas as empresas no bloco exploratório terrestre POT-T-794, pertencente à concessão BT-POT-55A, localizada na Bacia Potiguar, no estado do Rio Grande do Norte. A Petrobras detém 70% de participação e a Sonangol é a operadora, com 30% de participação no bloco.

Ela também comunicou que José Franco Medeiros de Morais apresentou carta de renúncia ao cargo de membro titular do Conselho Fiscal da companhia, por razões pessoais, com efeitos a partir do dia 5 de agosto de 2021. Adicionalmente, a companhia recebeu ofício do Ministério da Economia com indicação de Jeferson Luís Bittencourt para substituição, mantendo Gildenora Dantas Milhomem como sua suplente.

PUBLICIDADE

“A indicação será submetida aos procedimentos internos de governança corporativa, incluindo as respectivas análises de conformidade e integridade, e posteriormente, à avaliação do Comitê de Pessoas (COPE). Após a avaliação do COPE, a indicação será submetida à deliberação da Assembleia Geral Extraordinária, a ser oportunamente convocada”, informou a estatal no comunicado.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fechou contrato com o consórcio Genial – Tauil e Chequer para prestação dos serviços de estruturação financeira e jurídica no processo de estruturação e implementação da desestatização da Eletrobras. O contrato, visto pela Reuters, terá duração de 36 meses a contar da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado.

Os estudos de modelagem financeira apresentados pelo BNDES, que precisam ser aprovados pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), vão definir os valores da operação financeira e a quantidade de ações que a União manterá na companhia.

A desestatização da Eletrobras pode representar cerca de R$ 100 bilhões aos cofres públicos, estimou anteriormente o Ministério da Economia.  A maior parte dos R$ 100 bilhões deverá ser obtida com a venda de fatias do governo na empresa após a capitalização, que deverão render cerca de 80 bilhões de reais, segundo o Ministério da Economia.

Banco do Brasil (BBAS3)

O conselho de administração do Banco do Brasil aprovou a adequação da sua estrutura organizacional com a extinção da unidade Negócios PF, MPE e Agro e de Negócios Varejo e Setor Público, além da criação da diretoria Comercial Alto Varejo.

De acordo com fato relevante divulgado há pouco pela instituição financeira, também foi extinta a Unidade Comércio Exterior e integração junto à Diretoria Corporate Bank.

Já as diretorias de Atendimento e Canais, de Governança de Entidades Ligadas, de Segurança Institucional e de Reestruturação de Ativos Operacionais foram transformadas em unidades.

O banco ainda aprovou a alteração nos vínculos com as vice-presidências da Unidade de Reestruturação de Ativos Operacionais, que agora fica vinculada à vice-presidência Corporativa. A diretoria de Soluções em Empréstimos e Financiamentos, por sua vez, fica vinculada à vice-presidência de Agronegócios.

PUBLICIDADE

Por sua vez, a diretoria de Soluções em Meios de Pagamentos e Serviços fica vinculada à vice-presidência Gestão Financeira e de Relações com Investidores.

Nesse âmbito, acrescenta o BB, foram eleitos Thompson Soares Pereira Cesar para dirigir a unidade Comercial Varejo; Guilherme Alexandre Rossi para o comando da unidade Comercial Alto Varejo e Rodrigo Mulinari como Diretor de Tecnologia.

PetroRio (PRIO3)

A PetroRio informou que a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou a cessão da participação de 28,6% no Bloco BM-C-30, Campo de Wahoo, da Total E&P do Brasil para a companhia.

A transação ocorreu em 4 de março de 2021 e com isso a PetroRio passa a deter 64,3% do Campo. A operação irá permitir a criação de um segundo cluster de produção através da interligação (tieback) de Wahoo a Frade, dando sequência à estratégia de otimização operacional dos seus ativos, argumenta a PetroRio. O primeiro óleo de Wahoo está previsto para o início de 2024.

A companhia afirma em comunicado que o Campo de Wahoo possui aproximadamente 125 milhões de barris classificados como recursos 1C, além de aproximadamente 7 milhões de barris 1C a serem adicionados ao campo de Frade, de acordo com o relatório de certificação de reservas da DeGolyer & MacNaughton realizado em 2021.

Rede D’Or (RDOR3)

A Rede D’Or anunciou a compra de 51% do Hospital Proncor, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

O valor de firma (firm value) para 100% do Proncor é de R$ 290 milhões; deste valor, será deduzido o endividamento líquido.

“O Proncor é um hospital geral de referência na cidade da Campo Grande, estado do Mato Grosso do Sul, contando com 136 leitos plenamente capacitados ao atendimento de seus pacientes”, destacou a empresa, ressaltando que a previsão de lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) é de R$ 32,5 milhões para o ano de 2022, com parte das sinergias incorporadas.

PUBLICIDADE

O fechamento da operação está sujeito a verificação de determinadas condições usuais, com a celebração de Acordo de Acionistas tendo por objeto estabelecer os direitos e obrigações dos acionistas do Proncor, o qual será o veículo para investimentos das partes em outros negócios no estado do Mato Grosso do Sul. “A operação reforça o compromisso da Companhia com a sua estratégia de expansão e visão de longo prazo, com o ingresso em novos mercados”, destacou.

As distribuidoras Light, Cemar e Celpa foram compradoras de energia renovável em leilão A-3 na quinta, que registrou deságio no preço médio de 30,8%, para 165 reais por MWh, de acordo com dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). O leilão, que prevê início da entrega de energia em janeiro de 2024, movimentou R$ 3,08 bilhões e contratou projetos eólicos, pequenas centrais hidrelétricas, solares e de geração com biomassa de cana-de-açúcar. Os projetos eólicos tiveram potência contratada de 251,7 MW, empreendimentos estes que demandarão investimentos de cerca de R$1 bilhão.

Vale (VALE3) e minério

Os contratos futuros do minério de ferro na China caíram nesta sexta-feira e registraram sua quarta queda semanal consecutiva, já que as preocupações com os controles da produção de aço ofuscaram a demanda por matérias-primas siderúrgicas e engoliram os ganhos registrados no início desta semana.

O fornecimento geral de minério de ferro das quatro principais mineradoras deve aumentar significativamente no segundo semestre de 2021, escreveu a SinoSteel Futures em uma nota. Se os controles de produção relacionados ao meio ambiente forem implementados estritamente, o mercado pode ter um excesso de oferta de minério de ferro, acrescentou.

Os contratos futuros de minério de ferro mais negociados na bolsa de Dalian, para entrega em setembro, fecharam em queda de 3,7%, para 1.163 iuanes (US$ 179,25) por tonelada. Eles caíram 1,6% nesta semana.

Os preços spot do minério de ferro com 62% de teor de ferro para entrega à China caíram 3,50 dólares nesta sexta-feira, para US$ 219 por tonelada, de acordo com a consultoria SteelHome. Veja mais clicando aqui. 

GPS Participações e Empreendimentos (GGPS3)

A GPS Participações e Empreendimentos concluiu a aquisição da empresa de logística Loghis, por R$ 23 milhões. Segundo a empresa, pode ser pago um valor adicional, condicional e limitado, caso a Loghis apresente o desempenho acordado em contrato, a ser apurado no período compreendido entre 1º de outubro de 2021 e 30 de setembro de 2022.

O Itaú BBA estima uma relação implícita de 4,7 vezes entre o valor pago pela empresa e o Ebitda, em linha com a faixa de entre 4,4 vezes e 6,3 vezes paga em compras anteriores.

Em maio, o GPS havia anunciado a compra da Global. A receita bruta dos últimos doze meses para as duas empresas é de R$ 388 milhões, o equivalente à meta de faturamento bruto da GPS de R$ 1,5 bilhão, para fusões e aquisições em 2021. O banco diz que monitorará o guidance de fusões e aquisições, junto a potenciais mudanças nos múltiplos pagos pelos próximos alvos.

Dois acordos em potencial teriam receita bruta combinada de R$ 757 milhões, representando outros 50% da guidance para o ano. Se confirmadas as compras, restariam 24% da guidance a serem cumpridos. O Itaú BBA mantém recomendação outperform e preço-alvo para 2021 de R$ 23 para os papéis.

Espaçolaser (ESPA3

A Espaçolaser vai emitir R$ 250 milhões em debêntures. Os recursos serão utilizados para alongamento da dívida e aquisição de franqueados. A emissão terá prazo de três a cinco anos.

Hidrovias do Brasil (HBSA3)

O Itaú BBA comentou o leilão de quinta da concessão do trecho da BR-163 entre Sinop (MT) e Miritituba (PA). O Consórcio Via Brasil foi o único ofertante, com uma taxa de R$ 0.07867 por km, cerca de 8% abaixo da tarifa máxima definida pelo regulador. A concessão tem prazo de dez anos, com previsão de investimento de R$ 1,9 bilhão.

O banco avalia a notícia como neutra para Hidrovias, já que o resultado já era esperado pelo mercado. O banco mantém recomendação outperform (perspectiva de valorização acima da média do mercado) para a Hidrovias do Brasil, e preço-alvo de R$ 10 para 2021, frente à cotação de R$ 6,28 de fechamento de quinta.

O Bradesco BBI também comentou o leilão da BR 163, destacando que o consórcio Via Brasil é composto por Conasa Infraestrutura e outras construtoras pequenas.

O banco avalia que o resultado do leilão é positivo para a Rumo, já que o desconto de 8% no pedágio em relação ao preço máximo previsto deve significar em um aumento de 7%, ou R$ 13 por tonelada, no preço do frete entre Sorriso (MT) e Mirituba, em Itaituba (PA).

Assim, o preço para transportar grãos entre Sorriso e Barcarena (PA) deve permitir à Rumo elevar o preço do frete ferroviário no Corredor Norte, entre Rondonópolis (MT) e Santos (SP), em até 5%, elevando, consequentemente, seu lucro Ebitda em até 7%. Mesmo se o frete ferroviário aumentar, a via controlada pela Rumo deve continuar como a alternativa mais atrativa, 13% mais barata do que a taxa do transporte por caminhão entre Sorriso e Santos. O banco mantém recomendação outperform para a Rumo, e preço-alvo de R$ 30, frente à cotação de R$ 20 de quinta.

O Bradesco BBI realizou um encontro virtual com o CEO da Tupy, Fernando de Rizzo, o CFO Thiago Struminski e o chefe de relações com investidores Hugo Zierth para discutir os planos futuros da empresa junto a investidores locais e globais, após a decisão do Departamento de Justiça de permitir a compra da Teksid.

O banco ressalta que a Tupy espera fechar a compra das fundições de ferro da Teksid no final de 2021. Como parte das conversas com o Departamento de Justiça, o escopo do acordo de compra foi reduzido a Brasil e Portugal.

Na avaliação do Bradesco, isso reduziu o acordo, mas melhorou sua qualidade, já que entre 70% e 80% das sinergias visadas devem vir do Brasil. O banco mantém recomendação outperform para a Tupy, e preço-alvo para 2022 em R$ 35, frente à cotação de R$ 23,18 de quinta.

A recomendação outperform se baseia na possibilidade de que o plano de infraestrutura dos Estados Unidos acelere a recuperação das vendas na América do Norte; ao fato de que o preço das ações da Tupy ainda não contabiliza completamente a compra da Teksid; e de que a companhia está estudando outras tecnologia e produtos, como hidrogênio e reciclagem de baterias; além da perspectiva de valorização até 2022.

(com Estadão Conteúdo e Reuters)

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.

Ação do Grupo GPS (GGPS3) estreia na B3 em queda

Stock market or forex trading graph chart suitable for financial investment concept. Economy trends background for business idea. Abstract finance background. Vector illustration (berya113/Getty Images)

A sessão é de estreia para as ações do Grupo GPS (GGPS3) na B3. Às 10h32 (horário de Brasília), os papéis GGPS3 registravam baixa de 1,83%, a R$ 11,78.

As ações da empresa de serviços de limpeza e segurança foram precificadas a R$ 12. A companhia levantou R$ 2,49 bilhões em sua Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês).

A operação teve coordenação do Itaú BBA (coordenador líder), Bank of America, BTG Pactual (BPAC11), Citi e Morgan Stanley.

O objetivo declarado da empresa é ser a referência no mercado de serviços indoor do Brasil por meio da qualidade da entrega e da relação custo-benefício para os clientes.

Ela tem como marcas a In-Haus Industrial, In-Haus Logística, LC Restaurantes, Poliservice Segurança, Predial Soluções Integradas, Qu4ttro Serv Soluções Integradas, Grupo Magnum, Top Service Company, Engeseg, PoloNorte, Grupo Proteg, Servis, Onseg Vigilância, Gol Segurança e Vigilância, JAM Soluções Prediais, BC2, RZF, Graber Serviços, Visel, Fortaleza Grupo, Grupo Sempre, Clube da Segurança, EcoPolo, ProGuarda, GPS, GPS Tec e Graber Segurança.

A GPS tem presença em todas as regiões do Brasil e conta com mais de 100 mil colaboradores, além de 2700 clientes e 30 empresas integradas.

Aprenda como ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos grandes players. Na série gratuita Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.

Hypera lucra R$ 305 mi no 1º tri, alta de 28%; balanço da Vale após o fechamento, estreia da GPS na B3 e mais

SÃO PAULO – A temporada de resultados ganha força na semana, com a divulgação dos números da Vale após o fechamento do mercado, assim como a Smiles. Ainda há a repercussão dos números da Hypera. Os investidores também ficam de olho nas recomendações, com a Petrobras sendo elevada pelo Credit. Confira os destaques:

A temporada de resultados, que começou com os números da Usiminas, teve a divulgação na sexta à noite dos números da Hypera Pharma. A companhia registrou lucro líquido de R$ 305,1 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 28,1% ante o mesmo período do ano passado. A companhia somou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) das operações continuadas de R$ 362 milhões, aumento de 45,6% na comparação anual.

A farmacêutica também reportou crescimento de 43,7% na receita líquida do período em relação aos primeiros três meses de 2020, atingindo R$ 1,17 bilhão. O sell-out (venda diretas ao consumidor) avançou 11,5%, ou 2 pontos porcentuais acima do crescimento do mercado, segundo o IQVIA, que realiza levantamentos relacionados à área de saúde.

Segundo a empresa, a alta na receita foi impulsionada principalmente pelo portfólio de medicamentos adquirido da Takeda e da família Buscopan e pelo crescimento orgânico de 11,5% do sell-out, que continuou sendo favorecido pela melhora gradual da demanda no varejo farmacêutico brasileiro observada desde o segundo semestre de 2020 e pelas iniciativas da companhia. Quando excluída a contribuição para a receita líquida do portfólio da Takeda e do Buscopan, o crescimento foi de 16,3%.

A companhia manteve a Margem Ebitda das Operações Continuadas, com expansão de 0,4 ponto porcentual, para 30,9% no primeiro trimestre. A empresa registrou fluxo operacional de caixa de R$ 151 milhões (redução de 11,5% ante o mesmo período de 2020), com geração livre de caixa negativa em R$ 3,399 bilhões, principalmente pelo pagamento da aquisição do portfólio de medicamentos da Takeda, líquido da venda do portfólio ex-Brasil e da marca Xantinon, no valor de R$3,3 bilhões.

De acordo com a Hypera, as despesas de Marketing tiveram crescimento de 17,6% ante o primeiro trimestre de 2020, somando R$ 214,7 milhões. Por outro lado, as despesas gerais e administrativas apresentaram aumento de 12,1%, atingindo R$ 55,9 milhões.

Nesta segunda, serão divulgados os dados da Vale após o fechamento do mercado. A expectativa do Bradesco BBI é de que a Vale registre resultados sólidos, com Ebitda ajustado de US$ 8,1 bilhões (queda de 9% ante o quarto trimestre de 2020, mas alta de 181% na comparação anual).

As vendas de minério de ferro foram sazonalmente mais fracas, com queda frente o quarto trimestre de 2020 e totalizando 65,6 milhões de toneladas no trimestre, alta de 11% no comparativo anual devido à produção mais forte, parcialmente compensada pela menor disponibilidade de pellet feed (principalmente de Itabira e Brucutu).

Já os custos C1 – de produção dos finos de minério de ferro da mina ao porto – devem elevar cerca de US$ 2,0 a tonelada ante o quarto trimestre, devido à diluição de custos fixos mais fraca (produção sazonalmente menor) e custos mais altos com compras de minério de terceiros.

PUBLICIDADE

A XP aponta que frete e custos de produção mais altos – com menor diluição de custo fixo, por conta dos volumes mais baixos – podem compensar parcialmente o trimestre mais forte em termos de preços. “Temos um Ebitda de US$ 8,7 bilhões para o segmento de minério de ferro. Em relação ao segmento de metais básicos, temos um EBITDA menor no trimestre (US$ 994 milhões) com volumes de vendas mais baixos compensando melhores condições nos mercados de níquel e cobre”, apontam.

A sessão também marca a estreia do Grupo GPS na B3. As ações da empresa de serviços de limpeza e segurança foram precificadas a R$ 12.

A companhia levantou R$ 2,49 bilhões em sua Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês).

O objetivo declarado da empresa é ser a referência no mercado de serviços indoor do Brasil por meio da qualidade da entrega e da relação custo-benefício para os clientes.

Ela tem como marcas a In-Haus Industrial, In-Haus Logística, LC Restaurantes, Poliservice Segurança, Predial Soluções Integradas, Qu4ttro Serv Soluções Integradas, Grupo Magnum, Top Service Company, Engeseg, PoloNorte, Grupo Proteg, Servis, Onseg Vigilância, Gol Segurança e Vigilância, JAM Soluções Prediais, BC2, RZF, Graber Serviços, Visel, Fortaleza Grupo, Grupo Sempre, Clube da Segurança, EcoPolo, ProGuarda, GPS, GPS Tec e Graber Segurança.

A GPS tem presença em todas as regiões do Brasil e conta com mais de 100 mil colaboradores, além de 2700 clientes e 30 empresas integradas.

No radar de recomendações, o Credit Suisse elevou a recomendação para as ações da Petrobras de underperform para neutra, além de elevar o preço-alvo do ADR de US$ 8 para US$ 10. Os analistas destacam que o case de investimento da Petrobras tem sido controverso nos últimos meses e apontam que o valuation permanece extremamente descontado, assumindo preços de combustível inalterados, enquanto algumas das incertezas se dissiparam. As menores incertezas incluem a venda da RLAM, a nomeação de um conselho executivo técnico e o primeiro discurso do novo CEO, general Joaquim Silva e Luna. Também do lado otimista, a expectativa é por resultados muito fortes no primeiro trimestre de 2021.

Energias do Brasil (ENBR3)

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o novo presidente da EDP Brasil, João Marques da Cruz, afirmou que a empresa colocou à venda três das seis hidrelétricas que opera no país, visando levantar recursos para acelerar investimentos em geração fotovoltaica e reduzir a exposição à geração de energia hidrelétrica. Serão vendidas duas usinas no Amapá e uma no Espírito Santo, que somam 800 megawatts de capacidade.

PUBLICIDADE

Em uma live do Valor Econômico, o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA) afirmou que pretende apresentar nesta semana o relatório da MP 1.031/21, que define o modelo que viabiliza a capitalização da Eletrobras, com diluição do controle detido pela União. Ele se compromete a entregar um parecer alinhado à proposta que o governo enviou em fevereiro ao Congresso, com ajustes pontuais negociados com o Ministério de Minas e Energia.

A estatal paranaense de energia Copel informou na sexta que seu conselho de administração aprovou conversões de ações e a formação de Units da companhia, que passarão a ser negociadas em bolsa a partir desta segunda-feira, sob o código CPLE11.

A companhia disse que, no âmbito de seu 1° Programa de Units, acionistas não controladores pediram conversões de ações que levaram à formação de cerca de 248,1 milhões de Units, enquanto o governo do Paraná solicitou conversões que geraram 28,9 milhões de Units. “Consequentemente, após as conversões, o Estado mantém sua participação de 31,1% no capital total da companhia, sendo 5,3% em ´Units´”, disse a empresa.

Via Varejo (VVAR3

A Via Varejo anunciou que mudou sua marca e agora passará a se chamar somente Via, com o intuito de ir além do varejo, o que se traduziu em mudanças no logo, cores e num novo posicionamento “que reforça a estratégia da empresa se ser conhecida como a melhor Via de compras”, disse a empresa em comunicado.

A empresa ressalta que os resultados apresentados em março já mostram que a companhia não é mais uma empresa de varejo, mas uma empresa que tem “unificado barreiras físicas e digitais das lojas, sites e apps, se associando a startups que deram mais velocidade ao sistema logístico e tecnológico”, acelerando a entrada de novos vendedores diariamente.

A Via Varejo – agora Via – também informou que sua controlada Lake Niassa Empreendimentos e Participações adquiriu 100% das cotas de emissão da Celer Processamento Comércio e Serviço, plataforma proprietária de soluções de pagamentos. O valor da aquisição não foi informado.

A fintech oferece um pacote de “Bank-as-aService”(BaaS), permitindo que outras fintechs disponibilizem a seus clientes uma conta digital integrada a serviços de pagamentos, compreendendo alternativas de cash-in e cash-out, emissão e processamento de cartões, gestão de cobrança e transferências, incluindo ao tradicional portfólio o PIX.

A CVC anunciou nesta sexta-feira que ampliou de cerca de 60% para 100% sua participação nas empresas argentinas Biblos e Avantrip.

PUBLICIDADE

A companhia não informou o valor do negócio em comunicado ao mercado, mas afirmou que a conclusão das aquisições não representaram impactos relevantes em suas demonstrações financeiras.

O conselho da transmissora de energia elétrica Taesa aprovou a emissão pela companhia de debêntures no valor de R$ 750 milhões.

As debêntures, não conversíveis em ações, serão emitidas em duas séries, a primeira com vencimento em sete anos e a segunda em quinze anos, conforme ata de reunião dos conselheiros divulgada nesta sexta-feira.

Os recursos obtidos com a operação serão utilizados para gestão ordinária dos negócios da companhia e reembolso de despesas, gastos ou dívidas relacionados ao projeto Ivaí e à controlada São Pedro Transmissora de Energia Elétrica.

O Bradesco BBI comentou a divulgação pela CCR de seu portfólio de estradas de pedágio, que tiveram queda de 7% no tráfego na semana de 23 de abril, queda de 7% frente ao mesmo período de 2019 e 3,9 pontos percentuais frente à semana imediatamente anterior.

Na comparação semanal, o tráfego de passageiros em concessões urbanas caiu 52 pontos percentuais. Em concessões de aeroportos, caiu 52%. Mesmo assim, o banco mantém avaliação outperform (expectativa de valorização acima da média do mercado) para a CCR, com preço-alvo de R$ 18, frente aos R$ 12,27 negociados na sexta.

Aprenda como ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos grandes players. Na série gratuita Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.