Caged, Pnad, relatório de emprego nos EUA e dados da China: o que acompanhar nesta semana

(dima_sidelnikov/Getty Images)

SÃO PAULO – Após uma semana de muitos altos e baixos no mercado, o noticiário econômico deve seguir como um dos principais fatores de agitação na bolsa nesta virada de mês.

No Brasil, esta semana contará com os primeiros dados de atividade de maio, que segundo analistas, após a surpresa positiva do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre, deve continuar mostrando uma economia nacional mais resiliente no início do segundo trimestre.

Entre os dados mais importantes também estão os de emprego. Na segunda-feira (28) será divulgado o número de criação de empregos formais do Caged, enquanto na quarta (30) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresenta a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua.

Esses dois indicadores têm sido acompanhados de perto por analistas e investidores diante não só da piora dos números, mas também por conta da divergência que tem ocorrida entre os dois dados após sofrerem mudanças de metodologia.

Na sexta (2), o IBGE ainda apresenta o resultado da produção industrial referente ao último mês. Serão conhecidos ainda ao longo dessa semana os dados de crédito e de política fiscal, também de maio.

No noticiário corporativo, destaque para a venda da participação que a Petrobras (PETR3; PETR4) ainda tem na BR Distribuidora (BRDT3), em uma transação que pode movimentar R$ 11,5 bilhões, com base no preço de fechamento de 16 de junho.

Além de ajudar a Petrobras a desalavancar, a venda pode remover uma pressão de baixa sobre as ações da BR, segundo analistas consultados pela Bloomberg. Em acordo com o Cade, a estatal definiu o dia 30 de junho como limite para se desfazer do ativo.

Já no exterior, a divulgação do Relatório de Emprego nos Estados Unidos, conhecido como Payroll, será o centro das atenções. “Diante das dúvidas em relação ao timing de início da normalização monetária pelo Fed, o dado do Payroll tem sido, junto com a inflação, o principal indicador a balizar o movimento dos mercados nos últimos meses”, explica a equipe de análise do Bradesco.

Entre os principais dados apresentados com o relatório de emprego está a taxa de desemprego dos EUA, com expectativa de um leve recuo de 5,8% no mês passado para 5,6% agora, segundo dados compilados pela Refinitiv.

PUBLICIDADE

Ainda em território americano, na quarta sai o Relatório Nacional de Emprego ADP, que mostra a criação de vagas no setor privado do país, com projeção de criação de 600 mil novos postos de trabalho, ante 978 mil vagas criadas em abril.

Por fim, a semana conta ainda com alguns dados importantes da China, como a produção industrial, além de indicadores na Europa, com destaque para o PIB do Reino Unido.

Curso gratuito do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.

Ibovespa Futuro tem leve alta com investidores de olho em dados nos EUA; dólar recua abaixo de R$ 5,30

ações promissoras (alexsl/Getty Images)

SÃO PAULO – O Ibovespa futuro opera esta quinta-feira (27) com leves ganhos, apesar da cautela nos principais índices mundiais, em dia de agenda movimentada, principalmente nos Estados Unidos, com a divulgação da segunda estimativa do PIB do primeiro trimestre, de pedidos de seguro-desemprego e de pedidos de bens duráveis.

O PIB americano cresceu à taxa anualizada de 6,4% no 1º trimestre, segundo dados são do escritório de estatísticas do BEA (Bureau of Economic Analysis), do Departamento de Comércio do país. A primeira estimativa, divulgada em 29 de abril, também foi de alta de 6,4% na comparação trimestral. A projeção, segundo consenso Refinitiv, era de que o dado fosse revisado marginalmente, para avanço de 6,5%.

Já os pedidos de auxílio-desemprego ficaram em 406 mil na última semana, resultado abaixo da projeção de 425 mil pedidos dos analistas consultados pela Refinitiv.

Por aqui, atenção para a divulgação da taxa de desemprego da Pnad Contínua pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que ficou em 14,7% no primeiro trimestre de 2021. O resultado foi em linha com o esperado, de acordo com consenso Refinitiv. Em fevereiro, a taxa de desemprego era de 14,4%.

Contudo, a alta foi de 0,8 ponto percentual na comparação com o último trimestre de 2020 (13,9%). Isso corresponde a mais 880 mil pessoas desocupadas, totalizando 14,8 milhões na fila em busca de um trabalho no país. É a maior taxa e o maior contingente de desocupados de todos os trimestres da série histórica, iniciada em 2012.

Ainda por aqui, a CPI da Covid também retorna com o depoimento de Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Às 9h40 (horário de Brasília), o contrato futuro do Ibovespa com vencimento em junho de 2021 tinha alta de 0,20%, a 124.145 pontos.

Enquanto isso, o dólar comercial opera em queda de 0,33% a R$ 5,295 na compra e a R$ 5,296 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em junho registra baixa de 0,46% a R$ 5,291.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 sobe dois pontos-base a 5,00%, o DI para janeiro de 2023 tem alta de dois pontos-base a 6,65%, o DI para janeiro de 2025 avança dois pontos-base a 8,08% e o DI para janeiro de 2027 registra variação positiva de dois pontos-base a 8,70%.

PUBLICIDADE

As bolsas asiáticas fecharam com desempenhos variados entre si. Investidores reagiram à divulgação de dados sobre lucro no setor industrial na China em abril, que subiu 57% na comparação anual, segundo dados do Bureau Nacional de Estatísticas.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, fechou com queda de 0,18%. Ações da fabricante chinesa de smartphones Xiaomi subiram 3,2% após a empresa reportar uma alta de quase 55% em sua receita no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado.

O Shanghai composto subiu 0,43%, enquanto que o componente Shenzhen ganhou 0,7%; o ínidce Nikkei, do Japão, caiu 0,33%; na Coreia do Sul, o Kospi oscilou negativamente, fechando em 3.165,51 pontos.

Na Europa, o índice Eurostoxx, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, se tem alta de 0,1%. Ações do setor de viagens e lazer sobem 1,4%, enquanto que dos setores de comida e bebida caem 0,6%.

Uma pesquisa da GfK, na Alemanha, indica que a confiança dos consumidores melhorou menos do que o esperado em maio, atingindo -7,0 pontos, frente a -8,6 pontos registrados em abril. A expectativa de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters era de uma leitura de -5,2 pontos.

As ações da Airbus subiram mais de 6%, liderando o índice Eurostoxx, após a fabricante de aviões anunciar planos ambiciosos de produção. A empresa tem como meta produzir 64 modelos A320 por mês no segundo trimestre de 2023.

Agenda

O Conselho Monetário Nacional (CMN), formado pelo Banco Central do Brasil e o Ministério da Economia, tem reunião às 15h.

Secretária do Tesouro, Janet Yellen, testemunha perante comitê na Câmara dos Representantes às 12h.

PUBLICIDADE

Às 12h Isabel Schnabel, dirigente do Banco Central Europeu, realizará um pronunciamento.

Às 20h30 será divulgada a inflação medida pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor), relativo a maio no Japão. No mesmo horário será divulgada a taxa de desemprego do país.

Covid no Brasil

Na quarta (26), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 1.823, queda de 5% em comparação com o patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registradas 2.399 mortes.

As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h, o avanço da pandemia em 24 h.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 65.750, alta de 8% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 79.459 casos. 43.495.437 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 20,54% da população. A segunda dose foi aplicada em 21.443.270 pessoas, ou 10,13% da população.

Segundo a edição do Boletim do Observatório Covid-19 da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) divulgada na quarta-feira, o Brasil não controlará a pandemia sem a vacinação de ao menos 70% da população do país.

A análise ressalta que entre os dias 16 e 22 de maio houve alta de novos casos de Covid. Caso as tendências se mantenham, deve haver nova elevação do número médio de óbitos para um patamar em torno de 2.200 por dia. O trabalho também avalia que condições precárias de trabalho e transporte, aliadas à retomada de atividades de trabalho e lazer em diversos estados e municípios, tem contribuído para expor mais os grupos mais jovens.

“Esse contexto vai gerar novas pressões sobre todo o sistema de saúde. O aumento no número de internações, demonstrado pelo novo aumento das taxas de ocupação dos leitos de UTI é resultado desse novo quadro da pandemia no Brasil”, diz o boletim.

PUBLICIDADE

Além disso, a pesquisa epidemiológica EpiCovid-19 BR 2 constatou que, no final de abril deste ano, com a curva de contágio em ascensão, na média, 15% dos brasileiros testados tinham anticorpos contra o Sars-CoV-2.
Segundo o inquérito, os índices de pessoas infectadas pelo vírus variaram de 9,89% no Ceará a 31,4% no Amazonas, estado com a maior prevalência do Brasil.

No Sudeste, por exemplo, 19,57% da população do Rio de Janeiro tinha anticorpos contra o coronavírus, percentual semelhante aos 18,73% registrados no Espírito Santo, mas superior à média de São Paulo, de 13%.

Além disso, na quarta a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo informou que o Instituto Adolfo Lutz confirmou que um brasileiro proveniente da Índia teve caso da variante indiana de coronavírus. O passageiro desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos e seguiu para o Rio de Janeiro.

A variante indiana é considerada mais transmissível do que a forma tradicional do vírus e tem sido apontada como responsável por uma explosão de casos de Covid-19 na Índia recentemente, que transformou o país asiático no novo epicentro da pandemia.

Também na quarta, o Ministério da Infraestrutura informou por meio de nota que os trabalhadores do Porto de Santos começarão a ser vacinados contra a Covid-19 a partir desta quinta. O governo do estado de São Paulo ressaltou, no entanto, que a imunização total da categoria depende da efetividade do envio de quantitativos de vacina pelo governo federal.
O anúncio é uma resposta à pressão crescente dos trabalhadores, que ameaçaram entrar em greve se a imunização não ocorresse até 31 de maio em Santos, que é um porto chave para as exportações do Brasil.

Na quarta-feira, a CPI da Covid no Senado determinou a reconvocação do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e de seu antecessor, general Eduardo Pazuello. Arthur Weintraub, ex-assessor da Presidência, Filipe Martins, atual assessor para assuntos internacionais, o marqueteiro Marcos Arnold e o empresário Carlos Wizard também devem depor. Além disso, nove governadores e um ex-governador devem depor.

Nesta quinta, a CPI da Covid ouve Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Programa para jovens trabalhadores, mudança no perfil da dívida 

Na quarta-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o governo lançará “muito brevemente” um programa de qualificação de jovens trabalhadores dentro das empresas, com pagamento de um bônus de valor total de R$ 600, com o custo dividido igualmente entre o governo e as empresas.

A ideia é que os beneficiados tenham contratos de pelo menos um ano com as empresas que façam a adesão ao programa.

“Temos recursos para este ano, mas ao invés de lançar contratos de seis meses estamos tentando arrumar já fonte para o ano que vem para ser um contrato de um ano pelo menos, o jovem ficar coberto por pelo menos um ano por esse programa”, disse Guedes. O ministro não detalhou a despesa total projetada com o benefício.

Além disso, o Tesouro Nacional anunciou na quarta mudanças nos limites de referência do seu Plano Anual de Financiamento de 2021. A expectativa é que o estoque da dívida cresça menos no ano de 2021 e que os prazos se alonguem, em meio à demanda menor por títulos de curto prazo em um ambiente econômico relativamente mais favorável.
O crescimento da dívida também será contido pelo pagamento antecipado ao Tesouro de dívidas do BNDES e da Caixa e pela desvinculação de recursos de fundos constitucionais aprovada pelo Congresso medidas que não estavam contempladas no PAF original.

O Tesouro prevê agora que a dívida pública federal chegue ao final deste ano entre R$ 5,5 trilhões e R$ 5,8 trilhões. Em janeiro, esses limites eram de R$ 5,6 trilhões e R$ 5,9 trilhões.

A participação dos prefixados no final do ano caiu de entre 38% e 42% para entre 31% e 35%. Já a dos títulos atrelados à taxa Selic, que ganham apelo com o ciclo de aperto monetário promovido pelo Banco Central, aumentou de entre 28% e 32% para entre 33% e 37%.

Essas mudanças geraram uma redução da parcela da dívida com vencimento em 12 meses no final do ano de entre 24% e 29% para entre 22% e 27%. Já o prazo médio aumentou de entre 3,2 anos e 3,6 anos para entre 3,4 anos e 3,8 anos. “Os novos limites significam menor risco de refinanciamento para a dívida, uma vez que haverá menor concentração de dívida de curto prazo”, disse o Tesouro.

Ainda em destaque, a Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória do salário-mínimo e mantém o valor de R$ 1.100, afastando risco fiscal adicional. A casa também aprovou a MP que fixa em um quarto de salário mínimo a renda per capita máxima para que uma família possa receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O texto segue para o Senado.

Além disso, o vice-presidente, general da reserva Hamilton Mourão, classificou como “falta de educação” a ausência do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em reunião do Conselho Nacional da Amazônia, realizada na quarta. O vice-presidente preside o conselho, instituição com origem na ditadura militar que foi recriada pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo o jornal Valor Econômico, a reunião foi convocada com antecedência para avaliar atos ilegais na floresta, que vêm aumentando nos últimos meses. Ainda segundo o jornal, o conselho era apontado anteriormente como a principal instância federal para coordenar esforços contra o desmatamento, mas tem perdido força por uma disputa entre aliados de Mourão, da área militar, e de Salles, do grupo ideológico.

Em fala a jornalistas, Mourão afirmou: “nós precisamos de cooperação. Foi o que eu conversei com os ministérios aqui presentes. Lamento profundamente a ausência do ministério mais importante, que não compareceu à reunião hoje [ontem] nem mandou representante, que é o Ministério do Meio Ambiente. Lamento profundamente (…) Não mandar representante, não comparecer, muito menos dar qualquer tipo de desculpa… Na forma como fui formado, eu considero isso falta de educação”.

Na semana passada, Salles foi o principal alvo de uma operação da Polícia Federal para investigar possíveis irregularidades no Ministério do Meio Ambiente e no Ibama.

Radar corporativo

O noticiário sobre Petrobras é movimentado nesta quinta-feira. Segundo fontes disseram à Reuters, a Petrobras Bolivia, unidade da petroleira brasileira no país sul-americano, teve suas contas bloqueadas pela Justiça boliviana em meio a um embate com uma família a respeito da propriedade de parte da área onde está situado um dos seus principais campos de gás naquele país.

O bloqueio partiu de uma decisão judicial em primeira instância, no mês passado, que definiu que a estatal e suas sócias na área deveriam pagar US$ 61,14 milhões à família de Maria del Rosario Vacaflor Lahore, que reivindica a propriedade de parte da área onde está o campo de San Alberto, conforme documentos judiciais vistos pela Reuters.

Também no radar da empresa, ela informou que vai realizar a primeira parada programada geral para manutenção na Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, entre junho e agosto, que irá abranger todas as unidades do trem de refino 1. A refinaria tem capacidade para processar 230 mil barris de petróleo por dia, segundo dados da petroleira.

Já a Eletrobras anunciou nesta quarta que adquiriu, por meio de sua controlada CGT Eletrosul, uma fatia de 49% na Transmissora Sul Litorânea de Energia (TSLE) que era detida pela CEEE-T, conforme fato relevante. Segundo o comunicado, a CGT Eletrosul pagará R$ 217,55 milhões na operação, que ainda está condicionada à obtenção de anuência dos credores da TSLE.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Sócia da XP Investimentos oferece curso gratuito de como alcançar a liberdade financeira. Clique aqui para se inscrever.

Ibovespa Futuro opera entre perdas e ganhos com atenções a plano de Biden e reforma ministerial; dólar cai a R$ 5,75

mercado bolsa índices alta ações gráfico (Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro abre entre perdas e ganhos nesta quarta-feira (31) enquanto os investidores internacionais digerem o plano de mais de US$ 2 trilhões em investimentos com infraestrutura que o presidente americano Joe Biden detalhará hoje, e que deve elevar o imposto sobre as empresas a 28% para financiar os gastos.

No Brasil, as atenções continuam voltadas à reforma ministerial. Na segunda-feira (29), foram trocados seis ministros, inclusive o da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e o das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Ontem foi a vez do comando das Forças Armadas ser substituído, com demissões dos chefes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. O general Braga Neto, antigo ministro da Casa Civil será o novo ministro da Defesa.

Há expectativas de que a reforma ministerial abra espaço para o centrão, o que melhoraria o diálogo do Executivo com o Congresso.

Entre os indicadores, a Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio (Pnad) Contínua revelou que a taxa de desemprego brasileira oscilou de 14,3% para 14,2% no trimestre móvel encerrado em janeiro. A expectativa mediana dos economistas compilada pela Refinitiv apontava para queda do desemprego a 14,1%.

Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, contudo, houve alta de 19,8% na população desocupada, o que corresponde a 2,4 milhões de pessoas a mais em situação de desemprego.

Às 9h13 (horário de Brasília), o contrato futuro do Ibovespa com vencimento em abril de 2021 tinha leve variação negativa de 0,01%, a 116.985 pontos.

Enquanto isso, o dólar comercial opera em leve baixa de 0,14% a R$ 5,753 na compra e a R$ 5,754 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em abril registra queda de 0,45% a R$ 5,749.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 recua dois pontos-base a 4,64%, o DI para janeiro de 2023 tem queda de quatro pontos-base a 6,42%, o DI para janeiro de 2025 recua quatro pontos-base a 8,08% e o DI para janeiro de 2027 registra variação negativa de quatro pontos-base a 8,69%.

Voltando aos EUA, o país criou 517 mil vagas no setor privado em março, mostrou o Relatório de Emprego ADP. O resultado foi um pouco pior do que o esperado, uma vez que a mediana das projeções dos economistas compilada pela Refinitiv apontava para criação de 550 mil novos postos de trabalho. Em fevereiro, houve revisão de 117 mil vagas para 176 mil vagas.

PUBLICIDADE

Também no radar, o rendimento de títulos do Tesouro com vencimento em dez anos chegaram na véspera ao ponto mais elevado em 14 meses, de 1,77%.

A alta do rendimento desses títulos movimenta o mercado porque pode encarecer a tomada de empréstimos com vencimento mais longo, em especial de empresas de tecnologia. Também pode fazer com que investidores migrem do mercado de ações para o de títulos, visto como mais seguro por ser garantido pelo governo, que tem o poder de criar impostos para cobrir gastos.

A alta dos rendimentos ocorre em antecipação à divulgação de mais detalhes sobre o plano de infraestrutura do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que pode elevar a perspectiva de inflação e crescimento da economia. O pacote pode custar mais de US$ 3 trilhões.

O ritmo de vacinação também tem se acelerado nos Estados Unidos, o que também impulsiona a perspectiva de recuperação econômica e inflação. O Centro para Controle e Prevenção de Doenças reportou que mais de 3 milhões de doses foram administradas no país em três dias seguidos. Até segunda-feira (29), 43,6% da população dos Estados Unidos havia sido vacinada, de acordo com dados oficiais sistematizados pelo site Our World in Data.

Em paralelo, no entanto, o número de casos de Covid também tem aumentado em um ritmo preocupante, com mais de 63 mil infecções diárias, segundo dados sistematizados pela Universidade Johns Hopkins.

Leia mais: Pacote de US$ 3 tri de Biden será ajuda ou risco? Confira o que esperar do plano que será anunciado nesta quarta nos EUA

Por lá, atenção ainda para os dados econômicos do país: os Estados Unidos criaram 517 mil vagas no setor privado em março, mostrou nesta quarta-feira (31) o Relatório de Emprego ADP. O resultado foi um pouco pior do que o esperado, uma vez que a mediana das projeções dos economistas compilada pela Refinitiv apontava para criação de 550 mil novos postos de trabalho. Em fevereiro, houve revisão de criação de 117 mil vagas para 176 mil vagas.

As bolsas asiáticas fecharam em baixa em sua maior parte nesta quarta, apesar dos dados oficiais indicarem crescimento da atividade de fábricas na China em março.

PUBLICIDADE

O índice oficial PMI (sigla em inglês para índice do gerente de compras) do país marcou 51,9 pontos, de acordo com a Agência Nacional de Estatísticas, acima da expectativa de 51 pontos de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters. Em fevereiro, o índice havia marcado 50,6 pontos.

As ações do Mitsubishi UFJ Financial Group caíram 3,87% na quarta, após o braço de corretagem da empresa indicar perdas potenciais de cerca de US$ 300 milhões, devido a um evento em sua subsidiária europeia relacionado a um cliente cujo nome não foi revelado.

A informação foi divulgada após o fundo de hedge Archegos Capital Management liquidar várias de suas posições em empresas de mídia e internet na semana passada. Na segunda, tanto o banco suíço Credit Suisse quanto o banco de investimentos japonês Nomura anunciaram que tiveram perdas “significativas”. Eles não mencionaram o nome da Archegos Capital, para o qual ambos atuam, no entanto, como corretores.

Na Coreia do Sul, a fabricante de carros Hyundai perdeu 0,68%, após anunciar que vai suspender temporariamente a produção em sua fábrica principal, na cidade sul coreana de Ulsan, entre 7 e 14 de abril. A empresa atribui a suspensão à falta de suprimentos de semicondutores.

As bolsas europeias ficam estáveis, com o índice Eurostoxx, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, subindo 0,12%. Empresas do setor de telecomunicação avançam 0,6%, enquanto bancos recuam 0,3%.

Nesta quarta, investidores acompanharam a divulgação de dados de inflação da Zona do Euro relativos a março, e dados sobre desemprego na Alemanha. A Eurostat informou que a inflação foi de avanço de 0,9% em fevereiro para alta de 1,3% em março. O desemprego na Alemanha também caiu em março: o número total de pessoas desempregadas em termos ajustados sazonalmente diminuiu em 8 mil, para 2,745 milhões.

Além disso, na próxima quinta, a Opep (Organização dos Países Produtores de Petróleo) e aliados, um grupo conhecido como Opep+, se reúne, após um mês de volatilidade em preços de petróleo, e em meio a preocupações sobre os efeitos de medidas de lockdown na Europa.

Novo recorde de mortes por Covid

O Brasil voltou a bater seu recorde de mortes por Covid em 24 h, com 3.668 casos. Além disso, pelo quinto dia seguido, o Brasil bateu o seu recorde de mortes por Covid na média móvel de sete dias, com 2.728 casos, alta de 34% frente à média de 14 dias atrás.

PUBLICIDADE

As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h de segunda, o avanço da pandemia em 24 h. A média móvel de novos casos em sete dias foi de 75.340, alta de 7% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 86.740 casos.

16.937.084 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a covid no Brasil, o equivalente a 8% da população. A segunda dose foi aplicada em 4.946.579 pessoas, ou 2,34% da população. Analistas vêm apontando a velocidade da imunização como um dos fatores a influenciarem a retomada da economia.

Em São Paulo, o Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte, suspendeu novos enterros após o aumento da demanda, devido a falta de sepulturas, reporta o portal G1. Com o aumento do número de mortos, a gestão municipal estendeu os horários de funcionamento de quatro cemitérios, permitindo a realização de enterros noturnos.

Segundo o jornal Valor Econômico, a propagação da variante brasileira do coronavírus, chamada de P.1, tem contribuído para acelerar a onda de novos casos da doença na América do Sul, o que tem levado países vizinhos a aumentar as restrições para a entrada de brasileiros. Uruguai, Argentina, Colômbia e Paraguai já identificaram a cepa.

Na terça, o cardiologista Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, fez duas reuniões virtuais com o embaixador dos Estados Unidos, Todd Chapman, e em seguida com Anthony Fauci, médico-chefe da Casa Branca e diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas.

Nelas, Queiroga pediu a antecipação de 20 milhões de doses da vacina da Pfizer que seriam devolvidas aos americanos no futuro. Com a proposta, ele pretende antecipar a vacinação no Brasil. De acordo com o ministério, Queiroga também falou sobre a possibilidade de estabelecer uma parceria para comprar medicamentos, insumos e oxigênio.

Chapman também se reuniu com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em encontro capitaneado pelo senador Roberto Rocha (PSDB-MA). Há semanas, Pacheco e outros senadores vêm realizando uma espécie de diplomacia paralela com organismos internacionais e autoridades do Brasil e da China.

Em entrevista ao jornal Valor, Pacheco relatou que: “O embaixador informou que os Estados Unidos avançaram significativamente na vacinação e que, em breve, discutirão a possibilidade de fornecer aos brasileiros o excedente de vacinas, além de insumos e equipamentos hospitalares”. O presidente do Senado deverá levar a sinalização para a reunião do comitê de crise anti-covid, criado recentemente pelo governo visando tratar de um alinhamento, entre os três Poderes, no combate à pandemia.

O governo federal editou na terça medida provisória com abertura de crédito extraordinário de R$ 5,3 bilhões a ser destinado ao Ministério da Saúde para ações de combate à pandemia de Covid-19, incluindo abertura de leitos hospitalares e aquisição de insumos e equipamentos. O governo informou que os recursos serão destinados ao Fundo Nacional de Saúde, à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e ao Grupo Hospitalar Conceição, localizado no Rio Grande do Sul e vinculado ao Ministério da Saúde.

Para o Grupo Hospitalar Conceição, que tem enfrentado uma alta demanda de pacientes de Covid-19 e sobrecarga da capacidade de atendimento, os recursos serão destinados à expansão de leitos, englobando medicamentos, insumos, equipamentos de proteção individual, testes e exames para diagnósticos, entre outros itens.

No caso da Fiocruz, o investimento visa colocar em funcionamento 173 leitos do Centro Hospitalar para a Pandemia de Covid-19, além da disponibilização de testes diagnósticos e outras despesas atreladas ao combate à nova doença, como apoio a pesquisas clínicas em parceria com a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Além disso, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deve aprovar nesta quarta o uso emergencial da vacina da Janssen contra a covid-19. O governo tem contrato com a farmacêutica para a compra de 16,9 milhões de doses.

Radar político

Após o presidente Jair Bolsonaro pedir o cargo do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, como parte de uma reforma ministerial que envolveu seis pastas, os comandantes Edson Pujol, do Exército, Ilques Barbosa, da Marinha, e Moretti Bermudez, da Aeronáutica, também deixaram os cargos na terça.

Segundo o jornal Valor, as mudanças deixaram até mesmo aliados receosos, gerando manifestações reiterando a necessidade de respeito à democracia. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou: “Esta presidência acredita que não há nem a mínima iminência de qualquer risco de rompimento. Mas se houver, cabe a esta Presidência do Senado reagir”.

O novo ministro da Defesa, Walter Braga Netto, divulgou na terça o texto “Ordem do Dia Alusiva ao 31 de Março de 1964” em que enaltece o papel de “pacificar o país” realizado pelas Forças Armadas naquele ano, quando os militares foram protagonistas do golpe de Estado que derrubou o governo constitucional do presidente João Goulart.

O texto de estreia de Braga Netto, que é general da reserva, enaltecendo as conquistas do golpe de 1964 ocorre em meio a temores de que sua ida para a pasta, assim como a saída dos atuais comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica, seja uma manobra do presidente Jair Bolsonaro para ampliar a politização e sua influência nas Forças Armadas.

“A Guerra Fria envolveu a América Latina, trazendo ao Brasil um cenário de inseguranças com grave instabilidade política, social e econômica. Havia ameaça real à paz e à democracia”, diz Braga Netto na Ordem do Dia. “As Forças Armadas acabaram assumindo a responsabilidade de pacificar o país, enfrentando os desgastes para reorganizá-lo e garantir as liberdades democráticas que hoje desfrutamos.”

Além disso, na terça o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco afirmou que o Congresso está aberto a discutir com o governo eventuais correções ao Orçamento de 2021, que vem sendo alvo do Tribunal de Contas da União e da oposição por não se adequar às regras fiscais. De última hora antes da aprovação, parlamentares ampliaram os gastos destinados a emendas para obras em seus redutos eleitorais, e reduziram gastos obrigatórios. Por isso, o Orçamento vem sendo chamado de fictício.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, as manobras no Orçamento e a ameaça ao respeito ao teto de gastos geraram um clima de revolta no Ministério da Economia que faz com que membros da cúpula ameacem deixar a pasta em debandada. Segundo um auxiliar de Guedes ouvido pelo jornal, o ministro afirmou sobre a possibilidade a colegas e a Bolsonaro, a quem caberá a decisão final do governo sobre como lidar com o Orçamento.

Para que o teto não seja rompido, pode ser necessário realizar um corte de gastos que paralisaria a máquina pública. Assim, parlamentares e ministros da área de infraestrutura podem precisar desistir de alguns projetos.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu na terça a importância de os acordos políticos respeitarem as limitações fiscais e criticou o fato de o Congresso ter retirado da PEC Emergencial cláusula que previa a possibilidade do acionamento de regras mais flexíveis para as despesas públicas com a decretação do estado de calamidade pública apenas a partir do ano que vem.

“Nosso apelo final é justamente que os acordos políticos têm que caber nos orçamentos públicos. A essência da política é fazer a alocação de recursos. Nosso compromisso é com a saúde e com a responsabilidade fiscal”, disse Guedes durante live para comentar os dados do emprego formal.

O ministro ressaltou que, com a economia gerada pelo congelamento dos salários dos servidores públicos por dois anos, o governo já têm hoje condições de lidar com o que chamou de “cauda da pandemia”.

“É importante essa interação frequente do Congresso com a Economia para nós fazermos exatamente a coisa certa do ponto de vista político, que é o combate a essa cauda de pandemia e também dentro do compromisso com a responsabilidade fiscal, para não desorganizar a economia”, disse Guedes.

Na terça, o senador Pacheco também informou que já avalia com o presidente da Câmara, Arthur Lira, (PP-AL), uma prorrogação por 30 dias dos trabalhos da comissão mista que discute a reforma tributária, cujo prazo se encerraria nesta quarta-feira.

Radar corporativo

No radar corporativo, a Raia Drogasil anunciou na terça-feira um novo acordo de acionistas, válido a partir de novembro, com prazo de 10 anos e proposta de mudanças no conselho de administração. A maior rede de farmácias do país afirmou em comunicado que o novo acordo, que entra em vigor em 10 de novembro, “reforça o compromisso de longo prazo das famílias Galvão, Pires Oliveira Dias e Pipponzi”, que em conjunto têm 28,3% da companhia.

O acordo também marca “encerramento do ciclo dos acionistas Guilherme Leal, Luiz Seabra e Pedro Passos como membros do grupo de controle da RD, os quais seguem como acionistas mesmo após o vencimento do acordo atualmente em vigor”. Segundo a companhia, o novo acordo tem como objetivo melhorar a governança e preparar a empresa para a estratégia de negócios que incorpora uma série de elementos do varejo online e da telemedicina, que foram impulsionados pelas medidas de isolamento social no país.

Já a  CCR comunicou que sua controlada ViaMobilidade, concessionária das linhas Lilás (5) e Ouro (17) do Metrô de São Paulo, celebrou termo aditivo com o Governo do Estado que estabelece a possibilidade de se atribuir à empresa a responsabilidade pela elaboração dos estudos e execução dos futuros investimentos relacionados à implantação, de forma integral, de trechos de expansão das duas linhas. Segundo a CCR, as condições serão acordadas com o Estado em termo aditivo próprio, inclusive no que concerne ao reequilíbrio econômico financeiro da concessão. O extrato do termo assinado hoje será publicado no Diário Oficial do Estado.

A Oi anunciou ter concluído a alienação das torres móveis (UPI) à Highline do Brasil, vencedora do leilão realizado em 26 de novembro do ano passado.

A Cosan confirmou na terça que está, em conjunto com a Shell, contratando consultores para iniciar os preparativos de uma eventual oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Raízen, joint venture das companhias brasileira e anglo-holandesa nos setores de açúcar, etanol, bioenergia e distribuição de combustíveis. Em comunicado ao mercado, a Cosan afirmou que os acionistas controladores da Raízen estão “constantemente analisando” a listagem da empresa, mas que nem todas as decisões sobre a estrutura da oferta foram tomadas até o momento.

Ainda em destaque, Qualicorp, Centauro, Enjoei, Priner, Cruzeiro do Sul divulgaram seus resultados do quarto trimestre de 2020. Cogna divulga seus números antes da abertura do mercado.

Quer descobrir como é possível multiplicar seu capital no mercado de Opções? O analista Fernando Góes te mostra como na Semana 3×1, evento online e 100% gratuito. Clique aqui para assistir.

Ibovespa engata alta após 6 quedas consecutivas e se descola de Wall Street; dólar sobe a R$ 5,42

SÃO PAULO – O Ibovespa engata alta após um início de sessão entre perdas e ganhos nesta quinta-feira (28) com a tentativa dos investidores de voltar às compras depois de seis quedas consecutivas do índice. Lá fora, os índices futuros dos Estados Unidos têm leves baixas.

Na véspera, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) manteve as taxas de juros dos EUA na banda entre 0% e 0,25% ao ano, enquanto a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, destacando o cenário desafiador para a recuperação da economia americana afetou o humor dos investidores.

Além disso, a ação coordenada de um fórum no Reddit para alavancar os preços de ações que sofriam apostas vendidas de grandes fundos de investimento e de bancos de Wall Street forçou diversos short squeezes, dando prejuízo a essas instituições financeiras, que agora vendem posições em outros ativos para conseguir levantar caixa.

Vale lembrar que o short squeeze deste caso ocorreu porque papéis como o da varejista de videogames GameStop estão se valorizando sem parar por conta dessa movimentação das pessoas físicas que começou no Reddit, de modo que as posições vendidas dos fundos tiveram que ser zeradas com prejuízos. Ou seja, o gestor que vendeu a ação a descoberto precisou recomprar para sair da posição e limitar as perdas.

Além da GameStop, papéis de empresas como AMC, BlackBerry e Nokia também foram alvo dos “redditors” e acabaram registrando altas impressionantes no último pregão.

Ainda nos EUA, hoje foi divulgado o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no quarto trimestre de 2020, que teve um crescimento de 4%, em linha com o esperado pelos economistas de acordo com a Refinitiv. No acumulado do ano de 2020 a economia americana teve uma retração de 3,5% ante 2019.

Entre os indicadores macroeconômicos brasileiros, a taxa de desemprego ficou em 14,1% em dezembro, mostrou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A mediana das projeções dos economistas do mercado financeiro apontava para uma taxa de desocupação em 14%, conforme dados compilados pela Refinitiv.

Já o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) revelou que a economia brasileira perdeu 67,9 mil empregos em dezembro do ano passado. Entretanto, o saldo do ano de 2020 ainda foi positivo, com a criação de 142,69 mil vagas de trabalho. Esse foi o terceiro ano consecutivo em que mais se contratou do que se demitiu, mas o saldo foi o menor desde 2017.

Às 10h42 (horário de Brasília), o Ibovespa tinha leve queda de 0,91%, a 116.939 pontos.

PUBLICIDADE

Enquanto isso, o dólar comercial sobe 0,4% a R$ 5,4279 na compra e a R$ 5,4289 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em fevereiro tem leve variação positiva de 0,04%, a R$ 5,416.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 vira para queda de três pontos-base a 3,41%, o DI para janeiro de 2023 cai 10 pontos-base a 4,95%, o DI para janeiro de 2025 recua 14 pontos-base a 6,41% e o DI para janeiro de 2025 registra variação negativa de 12 pontos-base a 7,09%.

Na Europa, em sessão de queda para os principais índices, também pesa negativamente o impasse entre a União Europeia (UE) e a AstraZeneca para a entrega de doses de vacina contra o novo coronavírus. Segundo a UE, a farmacêutica anglo-sueca pretende entregar “consideravelmente menos doses nas próximas semanas do que o combinado e anunciado”.

As bolsas asiáticas tiveram quedas, acompanhando o mau desempenho das bolsas americanas na véspera. Dados divulgados na quarta pelo Ministério da Economia do Japão indicaram queda de 0,3% nas vendas a varejo no país em dezembro de 2020, em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

O patamar ficou acima da expectativa mediana do mercado, de recuo de 0,4%, segundo analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters.

Também na quarta, o jornal americano The Wall Street Journal reportou que o Ant Group, afiliado do grupo chinês de varejo on-line Alibaba, pretende se transformar em uma holding financeira supervisionada pelo Banco Central da China.

Covid e vacinação no Brasil

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou na quarta que o governo federal ainda não solicitou formalmente o lote extra de 54 milhões de doses da CoronaVac previsto no contrato firmado junto ao Ministério da Saúde. Covas afirmou que, caso o pedido não seja feito em breve, pode priorizar a produção da vacina para exportação.

O contrato para uso da vacina no Plano Nacional de Imunização prevê a compra de 46 milhões de doses, a serem entregues até 30 de abril, com a possibilidade de solicitação dos 54 milhões a mais. Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que pretende se manifestar dentro do prazo contratual, até 30 de maio.

PUBLICIDADE

Além disso, o governo paulista pede ao Ministério da Saúde autorização para utilizar todo o estoque atualmente disponível da CoronaVac para aplicação da primeira dose, de forma a aumentar a quantidade de pessoas abarcadas pelo primeiro passo no processo de imunização.

O Ministério Público do Amazonas pediu a prisão preventiva do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e da secretária municipal de Saúde, Shadia Fraxe, por suposto favorecimento de pessoas que não se encaixam nos grupos prioritários para vacinação contra a Covid.

A ação cita os supostos crimes de peculato e falsidade ideológica, e foi apresentada na segunda (25) ao Tribunal de Justiça do Amazonas, que se declarou incompetente para julgar o caso, que enviou ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

O Ministério Público identificou a suposta contratação de dez médicos, com remuneração de R$ 9.000 para cargos de gerentes de projetos, nomeados por Almeida. Mas, segundo o MP, as nomeações tinham como objetivo beneficiar o grupo, formado por indivíduos com “ligações políticas e econômico-financeiras de apoio político e eleitoral ao atual prefeito”.

Entre as contratações estão as gêmeas Gabrielle e Isabelle Kirk Maddy Lins, filhas do empresário Nilton Lins, que compartilharam nas redes sociais o momento em que receberam a vacina. Em nota, o prefeito negou as acusações.

Ainda sob risco de desabastecimento de oxigênio, o estado do Amazonas alertou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) de que o problema pode se espalhar pelo restante do país. Em coletiva de imprensa em Manaus, o secretário de Saúde do Estado, Marcellus Campêlo, e o governador Wilson Lima (PSC) reforçaram que a crise deve ser encarada e administrada no âmbito nacional. Há aumento da demanda no interior do estado, e estabilidade em Manaus.

“Vai ter que ter uma força nacional, uma estratégia nacional, porque eu alerto, e alertei hoje na reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o Conas: aqui é só o começo. Isso vai se alastrar para o Brasil, e a crise de oxigênio tem que ser uma estratégia nacional”, afirmou Campêlo.

Pressão por gastos e disputa no Congresso

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o Ministério da Economia estuda reeditar a medida que liberou a assinatura de acordos individuais para suspender contratos ou reduzir jornada e salário de trabalhadores. Neste caso, o governo paga, parcialmente, uma compensação. Entre as opções em estudo está usar recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

PUBLICIDADE

No modelo adotado em 2020, após o governo decretar estado de calamidade pública que permitiu gastar acima do teto de gastos, o programa permitia a suspensão de contratos e reduções da jornada em 25%, 50% ou 70%, com corte proporcional de salário. Até dezembro, 20 milhões de acordos foram celebrados entre cerca de 10 milhões de trabalhadores e 1,5 milhão de empresários.

A pressão de caminhoneiros sobre o governo se intensificou após a Petrobras anunciar na terça (26) o reajuste de 4,4% no preço do diesel. A ameaça de greve, a partir de 1º de fevereiro está fortalecida. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o Ministério da Economia avalia reduzir o PIS e o Cofins sobre o diesel, como forma de aplacar os ânimos.

Para tanto, seria necessária, no entanto, a elevação de outro tributo, ou o corte de subsídios, segundo técnicos citados pelo jornal. Na semana passada, foi zerado o imposto de importação sobre pneus para veículos de carga, e os caminhoneiros foram incluídos como grupo prioritário para vacinação contra covid.

Além disso, senadores do MDB se reuniram na quarta para discutir a possibilidade de o partido abandonar a candidatura de Simone Tebet pela presidência do Senado. Ela concorre contra Rodrigo Pacheco, do DEM, que ofereceu ao MDB cargos na Mesa Diretora. Segundo o jornal O Globo, Tebet afirma que pretende continuar na disputa, mesmo se perder o apoio de sua própria sigla.

Radar corporativo

A Neoenergia emitirá R$ 2 bilhões em debêntures. As debêntures serão simples, não conversíveis em ações e em série única em operação que será realizada por meio de uma oferta pública de distribuição com esforços restritos.

Já o fundo de pensão de funcionários da Petrobras, a Petros, diminuiu sua participação acionária na BRF para 9,9%.

A Caixa Seguridade, por sua vez, informou na véspera que a sua controladora, a Caixa Econômica Federal, retomou as discussões para o pedido de registro de oferta pública de distribuição secundária de ações da seguradora. Esta é a terceira tentativa de abertura de capital do braço de seguros da Caixa Econômica.

Já no radar de recomendações, o Bradesco BBI revisou a sua cobertura para o setor de varejo, reduzindo a recomendação de Lojas Americanas Burger King, Mercado Livre e Via Varejo de equivalente à compra para neutra.

(Com Agência Estado e Reuters)

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!

Ibovespa Futuro sobe após 6 quedas consecutivas e se descola de Wall Street; dólar avança

ações bolsa gráfico índices mercado trader stocks alta (Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro abre em alta nesta quinta-feira (28) com os investidores tentando voltar às compras depois de seis quedas consecutivas do índice à vista. Lá fora, por outro lado, os índices futuros dos Estados Unidos enfrentam mais uma baixa. Tesla e Apple têm queda de suas ações no pré-market após a divulgação do balanço do quarto trimestre.

Além disso, a ação coordenada de um fórum no Reddit para alavancar os preços de ações que sofriam apostas vendidas de grandes fundos de investimento e bancos de Wall Street forçou diversos short squeezes, dando prejuízo a essas instituições financeiras, que agora vendem posições em outros ativos para conseguir levantar caixa.

Vale lembrar que o short squeeze deste caso ocorreu porque papéis como o da varejista de videogames GameStop estão se valorizando sem parar por conta dessa movimentação das pessoas físicas que começou no Reddit, de modo que as posições vendidas dos fundos tiveram que ser zeradas com prejuízos. Ou seja, o gestor que vendeu a ação a descoberto precisou recomprar para sair da posição e limitar as perdas.

Além da GameStop, papéis de empresas como AMC, BlackBerry e Nokia também foram alvo dos “redditors” e acabaram registrando altas impressionantes no último pregão.

Às 10h30 (horário de Brasília) será divulgado o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no quarto trimestre de 2020.

Entre os indicadores macroeconômicos brasileiros, a taxa de desemprego ficou em 14,1% em dezembro, mostrou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A mediana das projeções dos economistas do mercado financeiro apontava para uma taxa de desocupação em 14%, conforme dados compilados pela Refinitiv.

Às 9h15, o contrato futuro do Ibovespa com vencimento em fevereiro de 2021 tinha alta de 0,84%, a 116.465 pontos.

Enquanto isso, o dólar comercial sobe 0,15% a R$ 5,4147 na compra e a R$ 5,4152 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em fevereiro tem ganhos de 0,19%, a R$ 5,424.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 tem alta de um ponto-base a 3,45%, o DI para janeiro de 2023 sobe três pontos-base a 5,08%, o DI para janeiro de 2025 avança três pontos-base a 6,58% e o DI para janeiro de 2025 registra variação positiva de três pontos-base a 7,24%.

PUBLICIDADE

Voltando ao exterior, na véspera, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) manteve as taxas de juros dos EUA na banda entre 0% e 0,25% ao ano, enquanto a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, destacando o cenário desafiador para a recuperação da economia americana afetou o humor dos investidores.

Na Europa, em sessão de queda para os principais índices, também pesa negativamente o impasse entre a União Europeia (UE) e a AstraZeneca para a entrega de doses de vacina contra o novo coronavírus. Segundo a UE, a farmacêutica anglo-sueca pretende entregar “consideravelmente menos doses nas próximas semanas do que o combinado e anunciado”.

As bolsas asiáticas tiveram quedas, acompanhando o mau desempenho das bolsas americanas na véspera. Dados divulgados na quarta pelo Ministério da Economia do Japão indicaram queda de 0,3% nas vendas a varejo no país em dezembro de 2020, em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

O patamar ficou acima da expectativa mediana do mercado, de recuo de 0,4%, segundo analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters.

Também na quarta, o jornal americano The Wall Street Journal reportou que o Ant Group, afiliado do grupo chinês de varejo on-line Alibaba, pretende se transformar em uma holding financeira supervisionada pelo Banco Central da China.

Covid e vacinação no Brasil

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou na quarta que o governo federal ainda não solicitou formalmente o lote extra de 54 milhões de doses da CoronaVac previsto no contrato firmado junto ao Ministério da Saúde. Covas afirmou que, caso o pedido não seja feito em breve, pode priorizar a produção da vacina para exportação.

O contrato para uso da vacina no Plano Nacional de Imunização prevê a compra de 46 milhões de doses, a serem entregues até 30 de abril, com a possibilidade de solicitação dos 54 milhões a mais. Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que pretende se manifestar dentro do prazo contratual, até 30 de maio.

Além disso, o governo paulista pede ao Ministério da Saúde autorização para utilizar todo o estoque atualmente disponível da CoronaVac para aplicação da primeira dose, de forma a aumentar a quantidade de pessoas abarcadas pelo primeiro passo no processo de imunização.

PUBLICIDADE

O Ministério Público do Amazonas pediu a prisão preventiva do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e da secretária municipal de Saúde, Shadia Fraxe, por suposto favorecimento de pessoas que não se encaixam nos grupos prioritários para vacinação contra a Covid.

A ação cita os supostos crimes de peculato e falsidade ideológica, e foi apresentada na segunda (25) ao Tribunal de Justiça do Amazonas, que se declarou incompetente para julgar o caso, que enviou ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

O Ministério Público identificou a suposta contratação de dez médicos, com remuneração de R$ 9.000 para cargos de gerentes de projetos, nomeados por Almeida. Mas, segundo o MP, as nomeações tinham como objetivo beneficiar o grupo, formado por indivíduos com “ligações políticas e econômico-financeiras de apoio político e eleitoral ao atual prefeito”.

Entre as contratações estão as gêmeas Gabrielle e Isabelle Kirk Maddy Lins, filhas do empresário Nilton Lins, que compartilharam nas redes sociais o momento em que receberam a vacina. Em nota, o prefeito negou as acusações.

Ainda sob risco de desabastecimento de oxigênio, o estado do Amazonas alertou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) de que o problema pode se espalhar pelo restante do país. Em coletiva de imprensa em Manaus, o secretário de Saúde do Estado, Marcellus Campêlo, e o governador Wilson Lima (PSC) reforçaram que a crise deve ser encarada e administrada no âmbito nacional. Há aumento da demanda no interior do estado, e estabilidade em Manaus.

“Vai ter que ter uma força nacional, uma estratégia nacional, porque eu alerto, e alertei hoje na reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o Conas: aqui é só o começo. Isso vai se alastrar para o Brasil, e a crise de oxigênio tem que ser uma estratégia nacional”, afirmou Campêlo.

Pressão por gastos e disputa no Congresso

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o Ministério da Economia estuda reeditar a medida que liberou a assinatura de acordos individuais para suspender contratos ou reduzir jornada e salário de trabalhadores. Neste caso, o governo paga, parcialmente, uma compensação. Entre as opções em estudo está usar recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

No modelo adotado em 2020, após o governo decretar estado de calamidade pública que permitiu gastar acima do teto de gastos, o programa permitia a suspensão de contratos e reduções da jornada em 25%, 50% ou 70%, com corte proporcional de salário. Até dezembro, 20 milhões de acordos foram celebrados entre cerca de 10 milhões de trabalhadores e 1,5 milhão de empresários.

PUBLICIDADE

A pressão de caminhoneiros sobre o governo se intensificou após a Petrobras anunciar na terça (26) o reajuste de 4,4% no preço do diesel. A ameaça de greve, a partir de 1º de fevereiro está fortalecida. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o Ministério da Economia avalia reduzir o PIS e o Cofins sobre o diesel, como forma de aplacar os ânimos.

Para tanto, seria necessária, no entanto, a elevação de outro tributo, ou o corte de subsídios, segundo técnicos citados pelo jornal. Na semana passada, foi zerado o imposto de importação sobre pneus para veículos de carga, e os caminhoneiros foram incluídos como grupo prioritário para vacinação contra covid.

Além disso, senadores do MDB se reuniram na quarta para discutir a possibilidade de o partido abandonar a candidatura de Simone Tebet pela presidência do Senado. Ela concorre contra Rodrigo Pacheco, do DEM, que ofereceu ao MDB cargos na Mesa Diretora. Segundo o jornal O Globo, Tebet afirma que pretende continuar na disputa, mesmo se perder o apoio de sua própria sigla.

Radar corporativo

A Neoenergia emitirá R$ 2 bilhões em debêntures. As debêntures serão simples, não conversíveis em ações e em série única em operação que será realizada por meio de uma oferta pública de distribuição com esforços restritos.

Já o fundo de pensão de funcionários da Petrobras, a Petros, diminuiu sua participação acionária na BRF para 9,9%.

A Caixa Econômica Federal, por sua vez, informou na véspera que a sua controladora, a Caixa Econômica Federal, retomou as discussões e para o pedido de registro de oferta pública de distribuição secundária de ações da seguradora. Esta é a terceira tentativa de abertura de capital do braço de seguros da Caixa Econômica.

Já no radar de recomendações, o Bradesco BBI revisou a sua cobertura para o setor de varejo, reduzindo a recomendação de Lojas Americanas Burger King, Mercado Livre e Via Varejo de equivalente à compra para neutra.

(Com Agência Estado e Reuters)

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!

Taxa de desemprego no Brasil vai a 14,1% em novembro, diz IBGE; número de desempregados é de 14 milhões

Carimbo de admissão ou demissão com carteira de trabalho (Gabriel Ramos/Getty Images)

A taxa de desemprego foi de 14,1% no trimestre encerrado em novembro de 2020, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta quinta-feira (28) pelo IBGE. A taxa foi a mais alta para esse trimestre móvel desde o início da série histórica da pesquisa, em 2012. Em relação ao trimestre encerrado em agosto (14,4%), o cenário é de estabilidade. Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior (11,2%), o aumento é de 2,9 pontos percentuais. O número de desempregados foi estimado em 14 milhões.

O número ficou praticamente em linha com o esperado. A estimativa, segundo consenso Refinitiv, era de queda de 14,3% no trimestre encerrado em outubro para 14%.

O número de pessoas ocupadas aumentou 4,8% no trimestre encerrado em novembro e chegou a 85,6 milhões. São 3,9 milhões de pessoas a mais no mercado de trabalho em relação ao trimestre anterior. Com isso, o nível de ocupação subiu para 48,6%.

De acordo com a analista da pesquisa, Adriana Beringuy, o crescimento da ocupação é explicado pelo retorno das pessoas ao mercado de trabalho após a flexibilização das medidas adotadas para combate da pandemia de Covid-19 e pela sazonalidade de fim de ano especialmente no comércio.

“O crescimento da população ocupada é o maior de toda a série histórica. Isso mostra um avanço da ocupação após vários meses em que essa população esteve em queda. Essa expansão está ligada à volta das pessoas ao mercado que estavam fora por causa do isolamento social e ao aumento do processo de contratação do próprio período do ano, quando há uma tendência natural de crescimento da ocupação”, explica.

O aumento na ocupação atingiu nove dos dez grupos de atividades observados na pesquisa, mas foi mais intenso no Comércio: mais 854 mil pessoas passaram a trabalhar no setor no trimestre encerrado em novembro. “O Comércio nesse trimestre, assim como no mesmo período do ano anterior, foi o setor que mais absorveu as pessoas na ocupação, causando reflexos positivos para o trabalho com carteira no setor privado que, após vários meses de queda, mostra uma reação”, ressalta.

A Indústria Geral (4,4%, ou mais 465 mil pessoas) e Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (2,6%, ou mais 427 mil pessoas) também se destacaram no aumento da população ocupada. “Além do Comércio, outras oito atividades econômicas investigadas pela pesquisa cresceram significativamente na ocupação, mostrando que esse processo de absorção de trabalhadores também avançou em outros setores, como Construção (8,4%, ou mais 457 mil pessoas), Transporte, armazenagem e correio (5,9%, ou mais 238 mil pessoas) e Alojamento e alimentação (10,8%, ou mais 400 mil pessoas)”, diz a pesquisadora.

A maior parte do crescimento da ocupação veio novamente do mercado informal. Um exemplo é o número de empregados no setor privado sem carteira de trabalho assinada, que cresceu 11,2%, somando agora 9,7 milhões. Com esse acréscimo, a taxa de informalidade chegou a 39,1% da população ocupada, o que representa 33,5 milhões de trabalhadores informais no país. No trimestre anterior, a taxa foi de 38%.

“Os trabalhadores informais foram os mais afetados no começo da pandemia e também foram os que mais cedo retornaram a esse mercado. A população informal nesse mês de novembro corresponde a cerca de 62% do crescimento da ocupação total e, no trimestre encerrado em outubro, respondia por quase 89% da reação da ocupação. Então, a informalidade passa a ter uma participação menor em função da reação da carteira de trabalho assinada”, explica.

PUBLICIDADE

O contingente de empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada aumentou 3,1% (895 mil pessoas a mais) e agora soma 30 milhões. No mesmo período, a categoria dos trabalhadores domésticos aumentou 5,1% e agora é formada por 4,8 milhões de pessoas. Também houve crescimento de 1,4 milhão de pessoas no contingente de trabalhadores por conta própria, que chegou a 22,9 milhões. No entanto, se comparado ao mesmo período de 2019, essa categoria perdeu 1,7 milhão de pessoas.

“Embora haja esse crescimento na ocupação nesse trimestre, quando a gente confronta a realidade de novembro de 2020 com o mercado de trabalho de novembro de 2019, as perdas na ocupação ainda são muito significativas”, afirma Beringuy, que ressalta que atividades como Alojamento e alimentação, Serviços domésticos e o próprio Comércio ainda acumulam perdas anuais relevantes.

O contingente total de pessoas ocupadas no país caiu 9,4% na comparação com o trimestre encerrado em novembro de 2019, o que representa uma redução de 8,8 milhões de pessoas. “O avanço da ocupação é significativo, tanto em aspectos quantitativos quanto qualitativos, uma vez que vimos o crescimento da população com carteira assinada e a sua disseminação por diversas atividades. Mas a gente ainda está bem distante de um cenário pré-pandemia”, completa.

A pesquisa também apontou que a população fora da força caiu 3,4%, uma retração de 2,7 milhões de pessoas quando comparada com o trimestre anterior. Já em relação ao mesmo período de 2019, o contingente cresceu 17,3%, ou 11,3 milhões de pessoas a mais.

Também houve redução na força de trabalho potencial, que inclui pessoas que não estavam nem ocupadas nem desocupadas, mas que possuíam potencial para se transformar em força de trabalho. Esse grupo caiu 15,8% frente ao trimestre anterior, o que representa uma redução de 2,1 milhões de pessoas.

Subgrupo de pessoas da força de trabalho potencial, os desalentados foram estimados em 5,7 milhões, ficando estável em relação ao último trimestre. Se comparado ao mesmo trimestre do ano anterior, quando havia no país 4,7 milhões de pessoas desalentadas, houve um crescimento de 22,9%.

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!

Taxa de desemprego sobe para 11,6% no trimestre até fevereiro e atinge 12,3 milhões, aponta IBGE

(Wikimedia Commons)

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada nesta terça-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou que a taxa de desemprego no país subiu para 11,6% no trimestre móvel encerrado em fevereiro, atingindo 12,3 milhões de pessoas.

O aumento, na comparação com o trimestre terminado em novembro (11,2%), significa a interrupção de dois trimestres seguidos de quedas estatisticamente significativas no desemprego.

Porém, a taxa teve queda na comparação com o trimestre encerrado em fevereiro de 2019, quando estava a 12,4%.

PUBLICIDADE

“É normal que no início do ano ocorra essa interrupção, porque já vínhamos numa trajetória de taxas declinantes no fim do ano. Não tínhamos visto essa reversão em janeiro, no entanto, ela veio agora no mês de fevereiro, provocada por uma queda na quantidade de pessoas ocupadas e um aumento na procura por trabalho”, disse a analista da pesquisa, Adriana Beringuy.

Adriana observa, ainda, que o aumento na desocupação não veio do comércio, setor que, tradicionalmente, costuma demitir no início do ano os profissionais contratados temporariamente para o Natal. Desta vez, a alta na taxa foi puxada pelos setores de construção (-4,4%), administração pública (-2,3%) e também pelos serviços domésticos (-2,4%).

“A construção não sustentou o movimento de recuperação que ela vinha apresentando no fim do ano passado. Já a administração pública tem uma sazonalidade, pois ela dispensa pessoas no fim e no início do ano em função de términos nos contratos temporários das prefeituras, nas áreas de educação e saúde, retomando as contratações a partir de março, após a aprovação dos orçamentos municipais. O serviço doméstico está muito ligado ao período de férias das famílias, as dispensas das diaristas, já que muitas famílias viajam, interrompendo a demanda por esse serviço”, avalia Beringuy.

Já a taxa de informalidade caiu de 41,1% no trimestre de setembro a novembro de 2019 para 40,6% no trimestre encerrado em fevereiro deste ano, mais ainda representando um total de 38 milhões de informais. Nesse grupo estão os trabalhadores sem carteira, trabalhadores domésticos sem carteira, empregadores sem CNPJ, os conta própria sem CNPJ e trabalhadores familiares auxiliares.

De acordo com Adriana, essa queda da informalidade está concentrada na redução de contingentes de trabalhadores por conta própria sem CNPJ e também de trabalhadores empregados sem carteira.

“A gente ainda vive sob a influência do mês de dezembro, em que tivemos um desempenho muito bom das contratações com carteira trabalho. Muitas pessoas foram contratadas via carteira de trabalho no comércio, o que deu um pouco mais de consistência aos dados de formalidade. Isso pode estar contribuindo para a queda na quantidade de informais”, avaliou ela. Outro reflexo da queda da informalidade foi o aumento no rendimento, que subiu para R$ 2.375, alta de 1,8% no trimestre encerrado fevereiro, frente ao trimestre anterior.

PUBLICIDADE

Aprendizados em tempos de crise: uma série especial do Stock Pickers com as lições dos principais nomes do mercado de ações. Assista – é de graça!

(com Agência IBGE)