Berkshire Hathaway eleva lucro líquido a US$ 28,094 bilhões no segundo trimestre

Warren Buffett Warren Buffett

A Berkshire Hathaway (BERK34), conhecida pelo fundador e megainvestidor Warren Buffett, registrou lucro líquido de US$ 28,094 bilhões no segundo trimestre, 6,8% acima do registrado no mesmo período de 2020.

O lucro por ação classe A foi de US$ 18.488, acima dos US$ 16.314 registrados no mesmo nos primeiros três meses de 2020. Já os ganhos por ação classe B ficaram em US$ 12,33, ante US$ 10,88 no mesmo intervalo do ano passado.

A empresa apontou US$ 6,686 bilhões em lucros operacionais no segundo trimestre, 21% acima dos US$ 5,513 bilhões do ano anterior.

A empresa destaca no balanço o impacto da covid-19, lembrando que a “extensão dos efeitos em prazos mais longos não pode ser razoavelmente estimada neste momento”. Os riscos e incertezas resultantes da pandemia podem afetar os “ganhos futuros, fluxos de caixa e condição financeira”, diz a empresa.

As variáveis incluem a “capacidade de vacinar um número significativo de pessoas nos Estados Unidos e em todo o mundo, bem como no efeito de longo prazo na demanda por alguns de nossos produtos e serviços”, projeta a Berkshire Hathaway.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.

ADRs da Petrobras disparam até 14% na Bolsa de NY após resultados

SÃO PAULO – A Petrobras (PETR3; PETR4) vê seus ADRs (na prática, as ações de empresas de fora dos EUA negociadas em Nova York) dispararem na noite desta quarta-feira (4) após a divulgação de seu resultado do 2º trimestre.

Depois de chegarem a subir mais de 14%, às 19h10 (horário de Brasília), os ativos PBR (referente às ações PETR3) registravam valorização de 8,53%, cotados a US$ 11,20, no after market em Wall Street, após fecharem o pregão regular com perdas de 3,46%.

Já os ADRs PBR-A (equivalentes às ações PETR4) subiam 10,89% no mesmo horário, a US$ 11,20, após caírem 2,23% no pregão normal, encerrado às 17h.

A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 42,855 bilhões no segundo trimestre, revertendo o prejuízo de R$ 2,71 bilhões registrado no mesmo período do ano passado. Com relação aos primeiros três meses deste ano, quando o lucro líquido foi de R$ 1,167 bilhão, a alta foi de 3.572,2%.

A média das projeções dos analistas apontava para um lucro líquido de R$ 30,67 bilhões, segundo dados compilados pela Refinitiv.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado ficou em R$ 61,93 bilhões, o que representa avanço de 147,9% na comparação anual. Na comparação trimestral, a alta foi de 26,5%. O número também ficou acima da projeção Refinitiv, que era de R$ 54,7 bilhões.

Além do resultado, a estatal aprovou o pagamento de R$ 31,6 bilhões em dividendos relativos aos resultados obtidos em 2021.

No total, serão pagos R$ 2,422533 por papel da estatal, o que resulta em um dividend yield (dividendo dividido pelo preço da ação) de 9,07% para as ações ordinárias PETR3 e de 9,22% para as preferenciais PETR4 considerando o valor de fechamento de cada uma nesta quarta-feira (4).

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

PUBLICIDADE

Bolsas mundiais operam sem direção definida entre indicadores e resultados fortes de empresas

Investment stock market Entrepreneur Business Man discussing and analysis graph stock market trading,stock chart concept (Getty Images)

Os índices futuros americanos ficam perto da estabilidade durante a manhã desta quarta-feira (4). Na terça, o índice S&P 500 subiu 0,8% e bateu um novo patamar recorde; o Dow Jones também subiu 0,8%; e o Nasdaq composto avançou 0,6%.

A temporada de divulgação de resultados segue em ritmo forte. Lyft e Caesars Entertainment divulgaram resultados acima do esperado para o segundo trimestre, e falaram sobre a retomada da atividade em níveis comparáveis àqueles de antes da pandemia. As ações de ambas as empresas subiram mais de 3% no after market.

Os ganhos nas bolsas americanas ocorreram após uma manhã fraca, depois que o rendimento dos títulos do Tesouro americano com vencimento em dez anos recuou a 1,15% na segunda-feira.

O recuo ocorreu em meio a preocupações com a propagação da variante delta de Covid, e após o diretor do Federal Reserve, Christopher Waller, afirmar à rede de notícias CNBC que o banco central americano poderia reduzir seu ritmo de compra de títulos já em outubro.

Na terça, o rendimento dos títulos do Tesouro americano subiram levemente, a 1,17%. A queda do rendimento de títulos do Tesouro pode indicar um ritmo mais fraco para o mercado de ações.

Na quarta foi divulgado o Índice do Gerente de Compras (PMI em inglês) Caixin/Markit do setor de serviços da China relativo a julho, que pontuou 54,0 em julho, frente a 50,3 pontos em junho. Qualquer patamar acima de 50 indica expansão; abaixo, retração.

Na China continental, o Shanghai composto fechou em alta de 0,85%; em Hong Kong, o índice Hang Seng teve alta de 0,88%, marcado por avanço de papéis da gigante de tecnologia Tencent; na Coreia do Sul, o Kospi avançou 1,34%; no Japão, o Nikkei recuou 0,21%.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, sobe 0,5%, impulsionado pelos setores de viagem e lazer. Todos os setores das principais bolsas operam em alta.

Na terça, resultados divulgados por empresas do setor automobilístico indicaram que a escassez de semicondutores deve continuar a prejudicar as vendas. Tanto a BMW quanto a Stellantis alertaram que a produção e as vendas devem ser prejudicadas até depois do final de 2021.

PUBLICIDADE

Nesta quarta, o Commerzbank informou prejuízo líquido de 527 milhões de euros no segundo trimestre, em meio à reestruturação de gastos e baixas excepcionais de ativos, que apagaram os lucros. Outras empresas que divulgam seus resultados nesta quarta na Europa são Siemens Energy, Hugo Boss e Intesa Sanpaolo.

Na agenda econômica, foi divulgado o PMI composto Markit relativo a julho na Zona do Euro, que marcou 60,2 pontos, abaixo da expectativa de 60,6 pontos. O PMI do setor de serviços relativo a julho marcou 59,8 pontos, abaixo da expectativa de 60,4 pontos.

No Reino Unido, o PMI composto relativo a julho marcou 59,2 pontos, acima da expectativa de 57,7 pontos, e o PMI do setor de serviços marcou 59,6 pontos, frente a estimativa de 57,8 pontos.

Também foram divulgados dados sobre vendas no varejo relativos a junho na Zona do Euro, que avançaram 5% na comparação anual, frente a estimativa de 4,5%; e tiveram alta de 1,5% na comparação mensal, frente a estimativa de 1,7%.

Veja os principais indicadores às 6h30 (horário de Brasília):

Estados Unidos
*Dow Jones Futuro (EUA), -0,13%
*S&P 500 Futuro (EUA), -0,11%
*Nasdaq Futuro (EUA), +0,01%
Europa
*FTSE 100 (Reino Unido), +0,39%
*Dax (Alemanha), +0,72%
*CAC 40 (França), +0,55%
*FTSE MIB (Itália), +0,31%
Ásia
*Nikkei (Japão), -0,21% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,85% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,88% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +1,34% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, -0,34%, a US$ 70,3 o barril
*Petróleo Brent, -0,11%, a US$ 72,33 o barril
*Bitcoin, -2,13%, a US$ 37.735,27
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 0,52%, cotados a 1.067 iuanes, equivalente hoje a US$ 165,12 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,46

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.

Lucro de US$ 170 bilhões de bancos globais marca ano recorde

Bancos Bancos

(Bloomberg) — Funcionários esgotados, problemas para a volta ao escritório e novas ondas de Covid-19. Nada disso importa. Uma simples realidade se destaca para os maiores bancos de investimento globais: estão ganhando dinheiro como nunca.

Com a temporada de balanços perto do fim, um lucro combinado de mais de US$ 170 bilhões entre os maiores bancos nos últimos quatro trimestres mostra o quão longe o setor caminhou desde os primeiros estágios da pandemia. O JPMorgan Chase foi destaque, ganhando o equivalente a US$ 131 milhões por dia.

Uma série de vitórias em trading certamente ajudou o setor nos primeiros dias da Covid-19 e, à medida que a volatilidade do mercado do ano passado diminuía, banqueiros de investimento estavam prontos para coordenar o salto em aquisições e captação de fundos por meio de veículos de aquisição de propósito específico. Bancos com unidades de gestão de patrimônio e de ativos se beneficiaram de mercados acionários dinâmicos em meio à recuperação da economia mundial, auxiliada por programas de apoio governamental sem precedentes. A mesma tendência foi benéfica para as unidades de varejo, por muito tempo consideradas um entrave aos lucros, quando as provisões para perdas com empréstimos começaram a ser desfeitas.

Goldman Sachs e Morgan Stanley também bateram recordes de lucro, enquanto rivais europeus como UBS e Barclays registraram os maiores ganhos em uma década. Deutsche Bank e Société Générale atribuíram os melhores resultados à recuperação da economia mundial. Ações do setor bancário refletem esses fortes números: o índice Dow Jones US Banks acumula alta de 59% nos últimos 12 meses, enquanto o indicador Eurostoxx Banks sobe 56%.

A elevada atividade nos mercados beneficiou operadores que antes eram desfavorecidos no Deutsche Bank e no Barclays, enquanto o banco de investimento do JPMorgan registrou trimestre recorde graças às comissões em fusões e aquisições e assessoria.

Esse aumento na atividade corporativa refletiu o otimismo em muitos segmentos da economia global, depois de meses de restrições da Covid. Por sua vez, bancos se sentiram confiantes o suficiente para começar a reverter as amplas provisões contra um colapso econômico que não chegou. Só na Europa, os nove principais bancos divulgaram queda de 88% das provisões nas últimas semanas.

“Todos os bancos que avaliamos no Reino Unido e na Europa ainda estão mantendo reservas materiais para perdas de crédito esperadas, dada a incerteza remanescente”, disse Laurie Mayers, diretora-gerente associada da Moody’s Investors Service em Londres. “No entanto, as perspectivas mais positivas para as principais economias, incluindo a inflação dos preços dos imóveis, estão pressionando os bancos a liberar as provisões.”

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.

Conservadores veem otimismo exagerado em bolsas dos EUA

(Bloomberg) — Em um mercado que não registra queda de 5% em nove meses, onde recordes são batidos a cada quatro dias e onde os lucros corporativos dobraram, a impressão é que as boas notícias nunca vão acabar. É assim que investidores começam a se comportar, e isso incomoda pesquisadores.

Em vez de moderar as expectativas depois de um forte rali, os que apostam na alta estão cada vez mais otimistas. Quase 65% dos clientes em uma pesquisa do JPMorgan Chase disseram que planejam aumentar a exposição às ações nas próximas semanas. Entre a minoria de entrevistados que disseram estar preocupados com a variante delta do coronavírus, quase todos acreditam que o impacto será temporário.

Toda essa euforia elevou um indicador do Bank of America que acompanha os níveis de otimismo entre estrategistas para um pico pós-crise. O mercado está apostando tudo em um momento particularmente arriscado: o período após o pico deste ciclo de crescimento dos lucros, que deu início a retornos abaixo da média no passado.

“A exuberância continua generalizada”, disse Michael O’Rourke, estrategista-chefe de mercado da JonesTrading. “A teoria dos picos triplos – pico de lucros, pico de crescimento econômico e pico de estímulo – é legítima, e os investidores devem ser cautelosos. O crescimento econômico e os lucros ainda serão positivos, mas haverá desaceleração nesse crescimento, à qual os mercados reagirão.”

Leia também:
As ações preferidas dos analistas para comprar em agosto

Embora as ações sejam embaladas pela temporada de balanços – os lucros no segundo trimestre subiram 89% em relação há um ano –, a taxa de crescimento das empresas no índice S&P 500 deve diminuir em cada um dos próximos três trimestres. Nas últimas três vezes que isso aconteceu depois de uma recessão, as bolsas sentiram o impacto, de acordo com o RBC Capital Markets.

“A desaceleração das taxas de crescimento do lucro por ação tende a desequilibrar as ações temporariamente”, escreveu Lori Calvasina, chefe de estratégia de renda variável dos EUA no banco. “Isso justifica uma retração modesta no mercado acionário mais amplo dos EUA durante a segunda metade do ano.”

EUA: SEC confirma pausa em IPOs de empresas da China para orientação sobre riscos

A Securities and Exchange Commission (SEC), equivalente americana à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), disse nesta sexta-feira (30) que paralisou o processamento de registros de ofertas públicas iniciais (IPOs) de empresas da China nos Estados Unidos.

O objetivo do órgão é elaborar novas orientações ao mercado sobre os riscos envolvidos em comprar ações de companhias do país asiático, em meio a uma ofensiva regulatória de Pequim. A informação foi antecipada pela agência Reuters.

De acordo com o presidente da SEC, Gary Gensler, muitas empresas que tem base operacional na China utilizam companhias de fachada offshore em outra jurisdição, como as Ilhas Cayman, para abril capital. Isso ocorre, segundo a autoridade americana, porque boa parte da setor privado da China não pode listar ações em bolsas no exterior.

Gensler afirma que essas companhias de fachada celebram contratos de serviço com as empresas do país asiático e, em seguida, emitem ações em moeda estrangeira.

“Embora a empresa de fachada não tenha participação acionária na empresa operacional baseada na China, para fins contábeis, a empresa de fachada pode consolidar a empresa operacional em suas demonstrações financeiras”, diz o comunicado da SEC.

Após a revisão, portanto, a SEC passará a exigir que as empresas intermediárias deixem claro nos documentos para o IPO que os investidores não estão comprando diretamente ações de companhias da China. Além disso, o órgão regulador americano também ordenará que os papéis para abertura de capital sinalizem que há incertezas sobre as ações futuras do governo chinês.

“Acredito que tais divulgações são cruciais para a tomada de decisão de investimento informada e estão no cerne do mandato da SEC para proteger os investidores nos mercados de capitais dos EUA”, afirma Gensler.

Nas últimas semanas, a China reforçou uma ofensiva regulatória sobre os setores de tecnologia e educação privada. Como mostrou reportagem do Estadão/Broadcast, o movimento gerou cautela nos mercados internacionais e dúvidas sobre os próximos passos do governo chinês.

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

PUBLICIDADE

Ações da corretora Robinhood caem 8% no primeiro dia de negociação em Wall Street

Divulgação

SÃO PAULO – A corretora Robinhood, conhecida por focar no investidor pessoa física ao oferecer operações sem corretagem via app no celular, não teve uma boa estreia na Nasdaq. Em seu primeiro dia de operações, as suas ações despencaram 8,37% a US$ 34,82.

Na Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês) a Robinhood levantou perto de US$ 2 bilhões.

A empresa, que tem 17,7 milhões de usuários ativos mensais e US$ 81 bilhões sob custódia, tem responsabilidade pelo maior interesse das pessoas físicas pelo mercado de ações nos EUA. Em 2019, esses investidores respondiam por 10% da atividade das bolsas americanas, e hoje possuem uma fatia de 25%.

Em 2021, a companhia ficou no centro das atenções por conta do fenômeno das compras coordenadas de “ações meme”. Por ser acessível e voltada a pessoas físicas, principalmente jovens millenials e geração z, a corretora foi bastante usada para a aquisição de ações de empresas impulsionadas por posts na rede social Reddit.

Contudo, justamente essa preferência dos jovens acabou trazendo sérios problemas à companhia. Se em 2020 ela era bem vista por ter gerado um lucro líquido de US$ 7,45 milhões, com uma receita líquida que totalizou US$ 959 milhões, no primeiro trimestre deste ano ela registrou prejuízo de US$ 1,4 bilhões em meio a perdas relacionadas à arrecadação de fundos de emergência durante a febre de compras de papéis da varejista de videogames GameStop.

O caso ocorreu porque a Robinhood proibiu investidores de comprar mais do que uma ação da GameStop e de outras empresas que se tornaram ações meme, justificando a atitude porque com o enorme volume de ordens em seu sistema era preciso oferecer garantias à companhia que atua como câmara de compensação, tendo sido obrigada a depositar uma caução de US$ 3 bilhões.

Depois do incidente, mais de 30 ações coletivas foram iniciadas contra a empresa por investidores que disseram ter sido prejudicados por não poder comprar certos papeis.

Além das “ações meme”, a Robinhood também operacionalizou muitas negociações de criptomoedas este ano. Foram US$ 88 bilhões no primeiro trimestre.

Às 19h06 (horário de Brasília), os papéis da Robinhood tinham leve alta de 0,2% a US$ 34,89.

PUBLICIDADE

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

Goldman vê menor risco em “pico de crescimento” nos EUA

(Unsplash)

(Bloomberg) — Alguns estrategistas minimizam preocupações sobre o “pico de crescimento” nos mercados e avaliam que a venda de ações associadas à reabertura econômica dos Estados Unidos foi exagerada.

O amplo programa de vacinação dos EUA sustenta a expansão econômica, e setores afetados, como de companhias aéreas e hotéis, devem se recuperar nos próximos meses, escreveram estrategistas do Goldman Sachs, como David Kostin, em relatório. Ações que sentiram o impacto das preocupações com a variante delta do coronavírus, como energia, devem mostrar melhor desempenho a partir desta semana, segundo Tom Lee, da Fundstrat Global Advisors.

“Os investidores estão preocupados com o impacto da variante delta no crescimento econômico, mas a nova cepa não deve representar um grande risco para o mercado”, escreveu a equipe do Goldman na sexta-feira. O banco recomenda “posições táticas em cíclicos expostos ao vírus e investimentos de longo prazo em ações de crescimento de alta qualidade”.

Leia também:
Quase metade dos family offices quer ter criptomoedas no portfólio, mas apenas 15% já possuem, diz Goldman

Apesar do otimismo dos estrategistas, os mercados começaram a segunda-feira com menor apetite por risco.

Estrategistas do JPMorgan Chase também estão entre os que esperam um retorno dos cíclicos. Lee, da Fundstrat, prevê que uma demanda por ativos de risco “mais forte e generalizada” começará em breve.

Outros são mais cautelosos. John Briggs, chefe global de estratégia de mesa da Natwest Markets, diz que “a volatilidade em torno das preocupações com o crescimento deve permanecer, com os mercados em novas faixas, mas com negociações instáveis”.

Guilherme Benchimol revela os segredos de gestão das maiores empresas do mundo na série gratuita Jornada Rumo ao Topo. Inscreva-se já.

Wall Street teme que crescimento da economia tenha atingido pico

(Bloomberg) – Estrategistas de investimento começam a considerar um novo cenário pessimista: a economia já teria atingido o limite de velocidade.

Com a propagação da variante delta do coronavírus e aperto da política monetária de bancos centrais para controlar a inflação, há uma crescente preocupação de que os mercados financeiros tenham se tornado otimistas demais.

“O pico do crescimento começa a se tornar um elemento mais preocupante”, disse Frank Benzimra, chefe de estratégia de ações da Ásia no Société Générale, em entrevista à Bloomberg Television.

“Este é realmente um dos elementos que nos levou a reduzir a alocação em ativos de risco em nossa alocação global. Temos a inflação, mas também temos esse elemento do crescimento.”

Na mente de muitos investidores, isso significa retroceder em segmentos com muita exposição do mercado, como cíclicos. Outros apontaram para a volatilidade típica que acompanha a temporada de balanços e o baixo fluxo de volume de negociações durante o verão no hemisfério norte.

Investidores já haviam se beneficiado com a perspectiva de forte recuperação econômica mundial, impulsionada pelo dinheiro fácil e vacinação.

Leia também:
Gestora global responsável por US$ 730 bi recomenda ajustes nas carteiras de renda fixa, com alta dos juros nos EUA no horizonte

Mas a combinação de pressões de preços e casos de Covid-19 em alta aumenta o risco de que a expansão econômica fique aquém das previsões otimistas. E, com os índices acionários globais oscilando em relação às máximas históricas, não há espaço para erros.

“Embora as condições macro permaneçam favoráveis às ações em geral, os valuations, as tendências sazonais e o posicionamento deixam espaço para correções de preços e picos de volatilidade como o que vemos hoje”, disse Antonio Cavarero, chefe de investimentos da Generali Insurance Asset Management.

PUBLICIDADE

Outros estrategistas aconselharam clientes a aproveitar o momento de desaceleração para comprar.

Marija Veitmane, estrategista sênior de multiativos na State Street Global Markets, diz que está de olho em pechinchas. “As ações tiveram um primeiro semestre muito forte, apoiadas pela recuperação dos lucros, e esperamos que os ganhos corporativos continuem fortes.”

Para Ruchir Sharma, chefe de mercados emergentes e estrategista-chefe global da Morgan Stanley Investment Management, ainda existe a preocupação de que as expectativas de crescimento sejam muito altas. O escrutínio regulatório da China sobre o setor de tecnologia e a tendência de consumidores dos EUA pouparem mais do que gastam estão entre os principais riscos, disse.

A estagnação das taxas de vacinação, especialmente nos EUA, também azeda o humor do mercado, escreveu George Saravelos, do Deutsche Bank. Ao mesmo tempo, o aumento dos preços esfriou a demanda dos consumidores em muitas economias.

“Isso é parte de uma cicatriz pós-Covid mais ampla; também é parte da destruição da demanda devido aos gargalos”, escreveu. “Isso é o oposto do que se esperaria se o ambiente fosse genuinamente inflacionário. Isso mostra que a economia global tem um limite de velocidade muito baixo.”

Quer entender o que é o mercado financeiro? Assista à série gratuita “Carreira no Mercado Financeiro” e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

Ibovespa Futuro recua após forte alta da véspera com investidores de olho em resultados e dados dos EUA

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro opera esta terça-feira (13) com perdas, após a forte alta da véspera, acompanhando os índices futuros americanos, após a inflação ao consumidor no país registrar alta acima do esperado. Além disso, os investidores ficam de olho no início da temporada de balanços do segundo trimestre em Wall Street, com os números dos bancos.

A inflação dos EUA medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (CPI) teve alta de 5,4% em junho na comparação com um ano antes, em seu maior avanço desde 2008, ficando acima dos 4,9% projetados pelos analistas consultados pela Refinitiv.

Enquanto isso, os investidores repercutem os dados da balança comercial da China, que surpreenderam positivamente ao mostrarem alta de 32,2% nas exportações em junho em comparação com o mesmo período do ano anterior. A alta é muito maior do que a previsão de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters, de 23,1%.

Os dados também mostraram que as importações aumentaram 36,7% em junho na base anual, contra expectativa de 30% mas abaixo do ganho de 51,1% visto em maio, que representou a taxa mais alta de expansão em uma década. A China ainda registrou superávit comercial de US$ 51,53 bilhões no mês passado, contra expectativa de excedente de US$ 44,2 bilhões e saldo positivo de US$ 45,54 bilhões em maio.

Já no Brasil, o relator da reforma tributária, deputado Celso Sabino (PSDB-PA), prometeu para hoje ao meio-dia uma versão inicial do seu relatório. Enquanto isso, no noticiário corporativo, destaque para a sanção pelo presidente Jair Bolsonaro da Medida Provisória que permite a desestatização da Eletrobras.

Entre os indicadores, o volume de serviços no Brasil avançou 1,2% em maio na comparação com abril, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o desempenho, o volume de serviços superou, pela segunda vez este ano, o nível em que se encontrava antes da pandemia de Covid-19, em 0,2%.

Com dois meses seguidos de resultados positivos, o setor acumulou alta de 2,5%, ainda insuficiente para recuperar as perdas de março (-3,4%), mas dá sinais de aquecimento na maior parte dos seus segmentos de atividades. Mesmo assim, ainda se encontra 11,3% abaixo do recorde histórico, alcançado em novembro de 2014. No ano, o setor acumula alta de 7,3% e nos últimos 12 meses registra -2,2%.

Às 9h40 (horário de Brasília), o contrato futuro do Ibovespa com vencimento em agosto de 2021 tinha queda de 0,65%, a 127.660 pontos.

Enquanto isso, o dólar comercial opera em alta de 0,51% a R$ 5,199 na compra e a R$ 5,200 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em agosto registra alta de 0,24% a R$ 5,197.

PUBLICIDADE

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 sobe dois pontos-base a 5,83%, o DI para janeiro de 2023 tem alta de quatro pontos-base a 7,37%, o DI para janeiro de 2025 avança quatro pontos-base a 8,42% e o DI para janeiro de 2027 registra variação positiva de quatro pontos-base a 8,82%.

De volta ao exterior, na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus tem leve queda, com destaque negativo para ações do setor de saúde, enquanto que ações do setor de telecomunicações avançam.

Também na Europa, investidores aguardam pela divulgação de resultados de grandes bancos dos Estados Unidos. A fabricante de carros VW deve divulgar nesta terça uma atualização de sua estratégia.

Na segunda, a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que a maior parte das pessoas vacinadas infectadas pela variante delta de Covid não desenvolvem sintomas. Mas alertou que as hospitalizações estão aumentando em algumas partes do globo, principalmente naquelas em que a taxa de vacinação é baixa e em que a variante delta, que é especialmente contagiosa, está se propagando.

Covid e CPI 

Na segunda (12), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 1.297, queda de 20% em comparação com o patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia, foram registradas 765 mortes. As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h, o avanço da pandemia em 24h.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 44.705, queda de 31% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 18.824 casos.

Chegou a 84.630.519 o número de pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 39,97% da população. A segunda dose ou a vacina de dose única foi aplicada em 30.936.587 pessoas, ou 14,61% da população.

Na segunda, a Polícia Federal formalizou a abertura de inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro por possível crime de prevaricação no caso envolvendo suspeitas de irregularidades nas negociações para a compra da vacina indiana contra Covid, Covaxin. O inquérito foi aberto pela PF depois que a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou na terça-feira da semana passada a investigação para a corporação.

PUBLICIDADE

Com o inquérito, a Polícia Federal poderá vir a tomar o depoimento do chefe do Executivo, entre outras diligências a serem cumpridas no caso. Rosa Weber atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), cuja solicitação decorreu de notícia-crime enviada ao Supremo por senadores de oposição, que buscam a investigação da conduta de Bolsonaro.

De acordo com os parlamentares, o presidente não teria tomado providências após ser alertado pelo deputado Luis Miranda (DEM-DF) e pelo irmão dele, o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, sobre supostas irregularidades nas tratativas para compra de doses do imunizante produzido pela Bharat Biotech e comercializado no Brasil por intermédio da Precisa Medicamentos.

O presidente tem afirmado que tomou providência sobre o caso, que se tornou um dos focos principais das investigações da CPI da Covid do Senado. Bolsonaro é alvo de outro inquérito no STF, aberto no ano passado para apurar se ele cometeu crime em uma suposta tentativa de interferir no comando da Polícia Federal.

O presidente negou na segunda que tenha cometido prevaricação no caso. Ele afirmou que encaminhou a denúncia para o então ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, que não teria encontrado qualquer irregularidade. Bolsonaro se recusou a confirmar se mencionou o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), como suposto envolvido nas negociações da Covaxin, conforme relatado por Miranda.

Questionado em entrevista coletiva sobre a possibilidade de que a conversa que teve com o deputado e seu irmão tenha sido gravada, o presidente disse que tal gravação seria crime.

Nesta terça, a CPI da Covid ouve Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos, que é considerada central nas negociações para a compra da Covaxin pelo governo federal. Medrades chegou a pedir ao STF que não fosse obrigada a comparecer à CPI, mas o ministro Luiz Fux, presidente da Corte, rejeitou o pedido. Fux decidiu, no entanto, que a diretora tem o direito de não produzir prova contra si mesma.

Com depoimento marcado para quarta, o reverendo Amilton Gomes, que teria supostamente negociado 400 milhões de doses da AstraZeneca em nome do governo, apresentou um atestado médico no qual informa a “impossibilidade” de comparecer. Segundo o portal G1, o presidente da CPI, Osmar Aziz (PSD-AM), convocou Amilton para comparecer ao Senado nesta terça para passar por perícia. O atestado tem validade de 15 dias, contados a partir de 9 de julho.

Ainda no noticiário político, de acordo com coluna Radar, da Veja, mensagens do celular do cabo da Polícia Militar Luiz Paulo Dominguetti, em poder da CPI da Pandemia, mostram que o presidente Jair Bolsonaro teria tratado da compra de vacinas com o reverendo de forma não oficial.

PUBLICIDADE

Mauricio Zuma, diretor de Biomanguinhos, unidade produtora de vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirmou à agência Reuters que a fundação não cumprirá o prazo de entrega de 100 milhões de doses da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 ao Programa Nacional de Imunização (PNI) até o final de julho, mas mantém o compromisso de encerrar o ano com 200 milhões de doses entregues e de enviar mais 180 milhões de doses do imunizante em 2022.

Até o momento, foram entregues 69,9 milhões de doses da vacina, sendo 65,9 milhões envasadas no Brasil pela Fiocruz e 4 milhões importadas prontas da Índia. Em entrevista à Reuters na sexta, Zuma disse que a marca de 100 milhões de doses entregues deve ser atingida no fim de agosto, um mês depois do previsto inicialmente.

Indicação ao STF, eleições e reforma tributária

O presidente Jair Bolsonaro oficializou por meio de ato publicado no “Diário Oficial da União” nesta terça a indicação do advogado-geral da União, André Mendonça, para a vaga de ministro do STF aberta com a aposentadoria do decano Marco Aurélio Mello. Agora, a indicação precisa ser referendada pelo Senado, onde há resistência a Mendonça. Segundo o jornal Valor Econômico, parlamentares do Centrão, base de apoio de Bolsonaro, preferem a indicação do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Também na segunda, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, disse que as Eleições presidenciais serão realizadas em 2022, mesmo se não for aprovada pelo Congresso Nacional a proposta defendida pelo presidente Jair Bolsonaro para se instituir a impressão do voto para as urnas eletrônicas. “As eleições serão realizadas”, garantiu Mourão, em entrevista à CNN Brasil. “Cumpro o meu papel pelo bem do Brasil. Mas Eleição vai haver, eu garanto”, assegurou.

Sem apresentar provas, o presidente Bolsonaro vem afirmando que o atual modelo com urnas eletrônicas seria passível de fraudes, e que o objetivo do uso do sistema vigente seria eleger o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tem aparecido em primeiro em todas as pesquisas de intenção de voto ao Palácio do Planalto.

A declaração de Mourão ocorre após críticas contundentes de Bolsonaro a ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O presidente chegou a dizer que haveria o risco de não ocorrer Eleições no próximo ano se não for aprovado o que chama de “voto auditável”. Também sem apresentar provas, Bolsonaro levantou a hipótese de que houve fraude em Eleições passadas, sugeriu que o próximo pleito estaria comprometido. E chegou a dizer que não passaria a faixa ao vencedor, caso considere que a disputa não tenha ocorrido de forma limpa.

As falas do presidente causaram reação de autoridades do Judiciário e também do Congresso Nacional em defesa da democracia e do direito ao voto. Na segunda, Bolsonaro se reuniu com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. Este afirmou após o encontro que ficou acertada uma reunião entre representantes dos três Poderes para estabelecer diretrizes que garantam os princípios e a estabilidade da democracia.

Mais tarde na segunda, Bolsonaro baixou o tom, e disse que, caso não consiga a aprovação do Congresso Nacional para a adoção do voto impresso nas próximas Eleições, partirá para a defesa da contagem pública da votação.

“Me acusam tanto de ser ditador… estou querendo transparência (…) Não é o retorno ao voto em papel, é uma maquininha que imprime o voto, você não tem contato manual com o papel, e cai dentro da urna. Queremos transparência, só isso”, afirmou.

Bolsonaro também disse ter assinado resposta ao TSE em que pede mais tempo para apresentar provas das supostas fraudes. Segundo ele, o especialista que iria fazer uma apresentação sobre o tema a ele nesta semana estaria acometido e debilitado por Covid-19.

De acordo com reportagem do jornal O Globo, Bolsonaro vem tendo dificuldades em se filiar ao Patriota, como pretendia, devido a divisões internas do partido e à queda de seu contingente mais fiel de apoiadores. Agora, o presidente cogita ingressar em legendas de sua base no Congresso, como Republicanos, PP e PL.

Além disso, segundo detalhamento de projeções divulgado pela Receita Federal na segunda-feira, a reforma do Imposto de Renda deve gerar aumento da arrecadação em 2022 de R$ 2,47 bilhões. De acordo com o documento, o valor passa a R$ 1,6 bilhão de reais em 2023 e chega a R$ 2,08 bilhões em 2024.

O maior impacto em 2022 vem da mudança no IR para o mercado financeiro, com resultado positivo de R$ 14,19 bilhões. Entretanto, nos dois anos seguintes, o resultado é praticamente neutro.

Ainda segundo a Receita, em 2022 as mudanças de taxação de dividendos, IRPJ e ajuste nas regras da CSLL das empresas resultarão em um ganho de R$ 900 milhões, saltando a R$ 18,43 bilhões e R$ 19,50 bilhões respectivamente nos dois anos seguintes.

Por outro lado, as mudanças na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física geram perda de R$ 13,50 bilhões no próximo ano, com os resultados negativos subindo a R$ 14,46 bilhões e R$ 15,44 bilhões em seguida.

Mas, também na segunda, o relator da reforma do Imposto de Renda, na Câmara afirmou que está “aperfeiçoando” o texto enviado pelo governo, e que deverá contemplar a taxação dos lucros de dividendos e redução de subsídios a empresas. Assim, a carga tributária deve ter uma redução efetiva de R$ 20 bilhões no parecer a ser apresentado nesta terça-feira.

Questionado sobre quais mudanças tributárias serão realizadas para garantir essas reduções, ele não quis detalhar. “Essa que é a mágica que vai saber amanhã [hoje] na entrega do relatório”, afirmou. O relator disse que “dificilmente” não haverá o início da tributação de dividendos dos lucros no Brasil.

Radar corporativo

Em destaque, a sanção por Bolsonaro da lei sobre desestatização da Eletrobras foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União (DOU). Ficou definido que a desestatização acontecerá com aumento do capital social, por meio da subscrição pública de ações ordinárias com renúncia do direito de subscrição pela União.

A Eletrobras informou ainda na segunda que seu conselho de administração aprovou o exercício do direito de venda conjunta (tag along) das ações detidas pela controlada Eletronorte na transmissora de energia NBTE. Segundo a Eletrobras, a decisão ocorreu após a empresa ter sido notificada de que a Leovac Participações, afiliada da gestora canadense de fundos de pensão Ontario Teachers Pension Plan Board (ONTPP), havia fechado acordo para compra da Evoltz, que detém 51% das ações da Norte Brasil Transmissora de Energia. A estatal afirmou que o valor da proposta recebida é de R$ 700 milhões.

A JHSF anunciou nesta segunda-feira que exerceu opção de compra de terreno adicional junto ao empreendimento Complexo Boa Vista, por cerca de R$ 140 milhões. A área adicional envolve 6,1 milhões de metros quadrados. O complexo está situado em Porto Feliz (SP), a cerca de 150 quilômetros da cidade de São Paulo, e além de empreendimentos residenciais de alto padrão, prevê campo de golfe, lagos, praia artificial e outros equipamentos. Segundo a JHSF, a área anunciada nesta segunda-feira “será destinada à implantação do quarto empreendimento do Complexo Boa Vista”. A empresa não deu mais detalhes.

Já a Bradespar vai pagar R$ 600 milhões em dividendos extraordinários, com data prevista para pagamento de 26 de julho de 2021.

A Cyrela divulgou na segunda-feira saltos nas vendas e lançamentos de imóveis residenciais no segundo trimestre, apoiada em parte pela fraca base de comparação com o ano passado e pelo bom momento vivido pelo mercado de construção civil. As vendas contratadas da companhia somaram 1,56 bilhão de reais entre abril e o final do primeiro semestre ante R$ 512 milhões no mesmo período do ano passado. Em comparação com o primeiro trimestre deste ano, as vendas subiram 51,3%, informou a companhia.

Das vendas líquidas no trimestre, R$ 239 milhões foram de estoque pronto (15%), R$ 545 milhões à venda de estoque em construção (35%) e R$ 776 milhões à venda de lançamentos (50%). “Dessa forma, a Cyrela atingiu uma velocidade de vendas (“VSO”) de lançamentos de 40,2% no trimestre”, afirmou a companhia. Já os lançamentos avançaram para R$ 1,93 bilhão nos três meses encerrados no fim de junho ante R$ 254 milhões no mesmo período de 2020. A empresa lançou 19 empreendimentos no trimestre ante apenas três no mesmo período do ano passado.

B3 e Totvs anunciaram na segunda-feira uma parceria na área de tecnologia para o setor financeiro, em que a operadora brasileira de infraestrutura para o mercado de capitais vai injetar R$ 600 milhões em uma subsidiária da produtora brasileira de software. O acordo prevê que a B3 terá 37,5% de participação na TFS Soluções em Software após o investimento, com a Totvs detendo o restante.

Já a Cogna vai emitir R$ 1,25 bilhão em debêntures.

A Vale afirmou na segunda-feira que o valor predestinado à compensação dos danos considerados irreversíveis causados pelo rompimento de barragem da empresa em Mariana (MG), em novembro de 2015, atualmente em R$ 5 bilhões, já foi estipulado e não é objeto de renegociações em curso com autoridades.

O colapso da estrutura, que pertencia à mineradora Samarco – uma joint venture da Vale com a anglo-australiana BHP – deixou 19 mortos e centenas de desabrigados, além de poluir o rio Doce em toda a sua extensão até o mar capixaba, no que foi considerado à época o maior desastre socioambiental da história do país. Segundo a Vale, o montante predestinado à compensação dos danos considerados irreversíveis pelo rompimento, foi fixado em R$ 3,6 bilhões em acordo em 2016. “Este valor, devidamente corrigido, está atualizado em R$ 5 bilhões e já foi compromissado”, disse a companhia. Ainda segundo a Vale, desse montante foram executados R$ 1,2 bilhão, restando definição apenas quanto ao destino de aproximadamente R$ 335 milhões.

A varejista online Privalia divulgou na segunda o prospecto de sua oferta pública de ações, com faixa indicativa de preço dos papéis definida entre R$ 16,30 e R$ 18,10. Considerando o ponto médio da faixa, de R$ 17,20, a totalidade das ações que podem ser emitidas nos lotes inicial, adicional e suplementar, a operação pode movimentar cerca de R$ 1 bilhão.

A BB Seguridade informou na segunda-feira que Carlos Motta dos Santos e Mauro Ribeiro Neto renunciaram a seus postos de presidente e vice-presidente do conselho de administração da companhia. Para o lugar de Santos, a BB Seguridade afirmou que foi indicado o nome do atual vice-presidente de desenvolvimento de negócios e tecnologia do Banco do Brasil, Marcelo Cavalcante de Oliveira Lima. Para a vaga de Ribeiro Neto a indicação foi a atual vice-presidente de controles internos e gestão de riscos do BB, Ana Paula Teixeira de Sousa. Ambos vão completar os mandatos de 2021 a 2023.

A Hypera  anunciou a compra de 12 marcas de medicamentos da Sanofi por US$ 190,3 milhões. Os produtos incluem AAS, Naturetti, Cepacol Hidantal e Buclina.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.