Raymundo Magliano Filho, ex-presidente da Bolsa brasileira, morre aos 78 anos de idade, vítima de Covid-19

SÃO PAULO – Raymundo Magliano Filho, ex-presidente da Bolsa de Valores brasileira e da corretora Magliano Invest, faleceu nesta segunda-feira (11). O empresário, de 78 anos de idade, morreu por conta da Covid-19.

Magliano Filho, que sofria de asma e estava há 50 dias internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, foi um dos grandes precursores do mercado financeiro. Liderava a primeira corretora da Bolsa de Valores brasileira, a Magliano Invest, fundada por seu pai. Magliano Filho também foi presidente entre 2001 e 2007 da antiga Bovespa (hoje B3).

Filho de Raymundo Magliano, fundador da corretora e também ex-presidente da Bovespa na década de 1960, o empresário deixa um importante legado no mercado financeiro brasileiro por ser um dos grandes responsáveis pelo movimento de popularização da Bolsa de Valores.

Leia o comunicado oficial sobre o falecimento abaixo:

“Faleceu nesta segunda-feira, 11 de janeiro, o Sr. Raymundo Magliano Filho (78), decorrente da Covid-19. Ele sofria de asma e estava há 50 dias internado no Hospital Albert Einstein. O Sr. Magliano foi um dos grandes precursores do mercado financeiro, à frente da primeira corretora da Bolsa de Valores brasileira, a Magliano Invest, fundada por seu pai. Foi presidente da Bovespa e um dos grandes responsáveis pelo movimento de popularização da Bolsa de Valores, deixando um grande legado para o mercado de capitais brasileiro.”

PROCURA-SE: Profissionais de todas as formações estão migrando para uma das profissões mais bem remuneradas do mercado. Entenda como fazer o mesmo nesta série gratuita do InfoMoney!

Neon Pagamentos compra Magliano, a corretora mais antiga do país

SÃO PAULO — A Neon Pagamentos anunciou nesta quinta- feira (16) a aquisição da Magliano Invest, a mais antiga corretora de valores do país. A fintech não abriu o valor do negócio.

Segundo a Neon, a aquisição da corretora vai permitir que seus clientes façam investimentos através das contas digitais, oferecendo todos os serviços de um banco tradicional.

A estrutura e os funcionários da Magliano serão incorporados à Neon, mas a operação não inclui a carteira de clientes da corretora.

PUBLICIDADE

“Unimos, agora, a longa experiência da Magliano, que vem sendo construída ao longo de mais de 90 anos de vida, com a inovação da Neon. Traremos, assim, uma solução completa para nossos clientes”, disse Jean Sigrist, presidente da Neon, em nota.

“Com a Neon encontramos uma possibilidade de dar continuidade ao trabalho que sempre desenvolvemos no mercado financeiro. A fintech tem toda a tecnologia para oferecer uma verdadeira experiência digital para os clientes e agora também será mais um importante player no mercado de investimentos brasileiro. Quem ganha com isso são os clientes”, afirmou Raymundo Magliano Neto, presidente da Magliano Invest.

Inscreva-se na EXPERT 2020 e acompanhe o maior evento de investimentos – Online e gratuito